Esporte

Chael Sonnen domina Wanderlei Silva, desafia Fedor e rouba a cena no Bellator 180

Ag. Fight

25/06/2017 01h55

Maior evento já realizado pelo Bellator, o show de número 180 contou com casa cheia no ginásio Madison Square Garden em Nova York (EUA), neste sábado (24). E como atração principal da noite, os eternos rivais Wanderlei Silva e Chael Sonnen ficaram responsáveis não apenas por liderar a venda de pay-per-view mas também por garantir o clima de tensão no octógono. E a torcida não poderia ficar mais feliz com o resultado.

Ex-treinadores do TUF Brasil 3, ainda em 2014, os atletas trocaram socos durante as gravações do programa, foram suspensos por anos do esporte após problemas com exames antidoping e adiaram a rivalidade criada no UFC para o histórico show do Bellator. E, mesmo com 40 anos cada, o show foi de alto nível.

Melhor no primeiro assalto, Sonnen botou para baixo e impôs forte castigo no ground and pound durante três minutos. Resistente, o curitibano se levantou e em rápida troca de golpes encaixou um knockdown que só não foi melhor porque o cansaço o impediu de segurar o rival no chão.

Na segunda etapa, o mesmo jogo de queda e ground and pound do americano entrou em ação e coube ao brasileiro, visivelmente mais cansado, aplicar uma guilhotina como seu único grande momento na etapa. Basicamente o mesmo cenário do terceiro e último assalto.

Levando desvantagem em todo momento de troca franca de golpes em pé, o americano mergulhou nas pernas do brasileiro na primeira oportunidade e, uma vez por cima, fez o necessário para se manter ativo o suficiente para que a disputa não fosse interrompida e reiniciada em pé. Ao final dos três rounds, vitória justa de Chael Sonnen, que  colocou um final na rivalidade após quase quatro anos de polêmicas.

“Eu finalizei o Tito em menos de um minuto, venci o Wanderlei aqui e agora penso no Fedor. Você me pediu um autógrafo, mas vou te dar ele em um contrato”, desafiou o americano enquanto o rival brasileiro o empurrou na saída do cage.

A queda de uma lenda

Embalado por cinco vitórias no MMA, Fedor Emelianenko estreou no Bellator diante do gigante Matt Mitrione. A disputa, que colocaria a lenda russa em ação em solo americano mais uma vez, deixou toda plateia do ginásio Madison Square Garden tensa até que o primeiro momento de ação aconteceu. E foi o último.

Em um curioso momento em que os dois lançaram potentes diretos de direita ao mesmo tempo, em um raro knockdown duplo, o atleta americano levantou primeiro e terminou o duelo com preciso ground and pound. Nocaute ainda na etapa inicial que talvez decrete o final da carreira do russo de 40 anos, apontado como o melhor peso-pesado de todos os tempos.

Brasil no topo

Campeão dos meio-médios (77 kg), o brasileiro Douglas Lima fez a lição de casa para vencer Lorenz Larkin em duelo marcado por dura troca de golpes em pé. Melhor no início, o atleta da ATT dominou o centro do cage e abusou de golpes em linha reta, quase sempre combinados com chutes baixos.

A tática, além de diminuir o ritmo do rival, impedia que ele fizesse uso de sua movimentação lateral e de golpes cruzados, ao menos dos três rounds iniciais. Com a vantagem parcial, o campeão se deu ao luxo de diminuir o ritmo e jogar no contragolpe do resistente rival, que chegou a crescer no combate e dominar as ações nos assaltos finais. Nada, porém, que ameaçasse o domínio do primeiro brasileiro a vencer  na noite.

Frustração

A disputa do cinturão dos pesos-leves (70 kg) garantiu as piores cenas da noite. Em rápida disputa, Brent Primus se tornou o novo campeão após ver o dono da casa Michael Chandler machucar o tornozelo a ponto de não conseguir mais andar. A cena da torção foi exibida repetidamente no telão, enquanto o novo dono da categoria ignorava a dor do adversário e celebrava efusivamente.

Acompanhe os resultados do Bellator 180:

Chael Sonnen venceu Wanderlei Silva por pontos;
Matt Mitrione nocauteou Fedor Emelianenko no 1º round;
Neiman Gracie finalizou Dave Marfone no 2º round;
Brent Primus venceu Michael Chandler por interrupção médica;
Zach Freeman finalizou Aaron Pico no 1º round;
Douglas Lima venceu Lorenz Larkin por decisão unânime;
Ryan Bader venceu Phil Davis por decisão dividida;
James Gallagher finalizou Chinzo Machida no 1º round;
Heather Hardy nocauteou Alice Yauger no 3º round;
Ryan Couture venceu Haim Gozali por decisão unânime;
Bradley Desir nocauteou Nate Grebb no 1º round;
Anthony Giacchina finalizou Jerome Mickle no 3º round;
Matt Rizzo finalizou Sergio da Silva no 3º round;
Hugh McKenna finalizou John Salgado no 1º round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo