Topo

MMA

Wanderlei Silva promete treinar mais jiu-jitsu e defesa de quedas

Ag. Fight

25/06/2017 12h46

De volta aos cages de MMA após quatro anos de inatividade, Wanderlei Silva não rendeu como o esperado e acabou dominado por Chael Sonnen durante os três assaltos do duelo. Mas poucas horas após o revez, o curitibano fez uma auto-crítica e, afastando a ideia de aposentadoria, prometeu treinar mais wrestling e jiu-jitsu.

Derrubado pelo rival durante todos os rounds, Wanderlei teve apenas dos rápidos momentos durante troca de golpes em pé, quando inclusive chegou a anotar um knockdown. No entanto, o jogo estratégico do rival falou mais alto após os três assaltos disputados no Bellator 180, em Nova York (EUA), no último sábado (24).

“Combati um bom combate, dei o meu melhor, agradeço a torcida de todos. Tenho que treinar mais defesa de quedas, eu sei, o melhor momento da luta foi meu… Só ficou me agarrando, mas tudo bem… Vamos para a próxima!! Estou feliz em voltar a sentir o gosto de entrar no ringue, e melhor ainda sentir que vocês estão comigo! Vou treinar mais jiu-jitsu e wrestling e voltar o quanto antes! Vamos para a próxima! Ouvir nosso hino foi emocionante para mim! Te amo Brasil!”, narrou em suas redes sociais.

Aos 40 anos, o curitibano fez sua estreia no Bellator, show que contou com outra lenda em ação. Fedor Emelianenko, ex-campeão peso-pesado do Pride, foi nocauteado por Matt Mitrione no primeiro assalto na mesma noitada de lutas. E, assim como Wanderlei, descartou a chance de aposentadoria.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!