Topo

MMA

Megan Anderson detona vídeo de Cyborg treinando boxe: "Vi muitos buracos"

Ag. Fight

05/07/2017 16h47

Um vídeo de Cris ‘Cyborg’ em uma sessão de treinamento de boxe com Claressa Shields, pugilista bicampeã olímpica na modalidade, viralizou nas redes sociais na última semana. A própria americana chegou a exaltar as habilidades da curitibana e sugeriu inclusive que ela teria condições de enfrentar as  melhores do mundo no esporte. Contudo, dessa vez foi Megan Anderson, adversária que enfrentaria a brasileira até abandonar o card do UFC 214, quem resolveu opinar sobre a gravação, mas sua análise foi oposta à feita pela especialista na nobre arte.

Se acordo com o que a australiana disse ao podcast “Sean, Funky, and the Baddest Man”, a filmagem mostra brechas no jogo da brasileira. Segundo Anderson, fica claro que Cyborg levou a pior durante a gravação – o que pode ser explicado pelo fato de que, além de ser uma das melhores do mundo no esporte, Claressa ainda é mais pesada que a curitibana. De quebra, a australiana ainda revelou que o vídeo a fez se sentir ainda mais confiante de que levará a melhor sobre a rival assim que o duelo for remarcado - o que não necessariamente vai acontecer.

“O que mais me irrita é que as pessoas pensam que estou com medo quando isso não é a verdade.  Vi isso  e fiquei ainda mais confiante para a luta. Vi muito mais buracos em seu jogo a partir dessa filmagem do que aspectos positivos. Fiquei ainda mais animada para essa luta. Foi quase o oposto do que as pessoas disseram e talvez possamos remarcar essa luta no mesmo card em que o McGregor retornar ”, sugeriu a ex-campeã do Invicta.

Além de analisar o vídeo do treino e esbanjar confiança, Anderson desconversou novamente sobre a verdadeira razão para ter deixado o UFC 214, evento em que mediria forças contra a brasileira e que será realizado no próximo dia 29 de julho em Anaheim (EUA). A australiana ainda aproveitou para desmentir qualquer boato sobre ter abandonado o card por medo de enfrentar Cyborg e garantiu que inevitavelmente subirá ao octógono contra ela.

“Quero deixar uma coisa clara. Infelizmente, isso está fora do meu controle e não queria ter que sair da luta. Eu estava pronto para essa luta. Queria essa luta mais do que qualquer coisa. Definitivamente não estou com medo de Cris e espero que, assim que esse problema for resolvido, a luta seja remarcada. Ela pode dizer o que quiser, mas vou na direção dela de qualquer maneira”, completou.

Confira abaixo o vídeo do treino entre Cyborg e Claressa (ou clique aqui):

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!