Topo

MMA

Gegard Mousasi assina com Bellator e acende sinal de alerta para o UFC

Zuffa LLC/Getty Images
Gegard Mousasi comemora vitória sobre Uriah Hall no UFC Belfast Imagem: Zuffa LLC/Getty Images

Ag. Fight

10/07/2017 14h32

 

Ainda parece longe de ser o caso de soltar a famosa frase "o último que apague a luz", mas o fato é que o Bellator se tornou oficialmente uma pedra no sapato do UFC e já é opção rentável para qualquer grande nome que esteja insatisfeito na organização presidida por Dana White. Tanto que, nesta segunda-feira (10), Gegard Mousasi foi o mais novo grande nome do MMA a trocar de eventos e assinar com a empresa liderada por Scott Coker.

Número quatro do ranking dos pesos-médios (84), o iraniano venceu suas cinco últimas no evento e diante da dificuldade e demora em ser considerado para uma disputa de cinturão, além da não valorização salarial pretendida, preferiu migrar para o maior rival do UFC.

"Eu assinei como Bellator, estou procurando ser campeão lá. Se der certo, ainda vou subir de peso e lutar pelo cinturão dos meio-pesados. Mas, agora, meu foco é como peso-médio", narrou em conversa com o programa ‘MMA Hour’.

"Nós negociamos, mas foi a melhor escolha para mim. Eventualmente, eles decidiram não competir mais , acho que foi a razão, ficou claro que eu iria para o Bellator".

Feito isso, Mousasi se junta a nomes de peso como Benson Henderson, Rory MacDonald, Quinton ‘Rampage’, Ryan Bader e Phil Davis, grupo de atletas que migrou diretamente de eventos em busca de melhores condições para suas carreiras. Além deles, veteranos como Fedor Emelianenko, Wanderlei Silva e Chael Sonnen também fazem do Bellator um show promissor para um futuro próximo no esporte.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!