Esporte

Após dez meses, Jungle Fight retorna distribuindo três cinturões

Ag. Fight

16/07/2017 12h50

Bruce Souto acerta chute alto na cabeça de Blade – Leonardo Fabri

Após quase um ano, o Jungle Fight retomou suas ações nesse sábado (15), com a edição de número 91 no município de Contagem, em Minas Gerais. E para marcar o primeiro evento desde setembro de 2016, um dos maiores torneios do Brasil distribuiu três cinturões. Na luta principal, Bruce Souto tinha toda a torcida que encheu o ginásio a seu favor, e venceu por decisão unânime um combate equilibrado contra Eduardo Blade, sagrando-se campeão dos meio-médios (77kg).

"Queria agradecer a todos que me apoiaram desde a preparação até aqui no ginásio. Sei como é difícil se manter como campeão do Jungle e agora sou o alvo de todos os atletas da minha categoria. Preciso seguir dando meu melhor para sair na porrada como o Wallid e o público gostam", afirmou o mineiro, que alcançou sua décima primeira vitória contra apenas três derrotas na carreira.

Entre os galos (61 kg), Eduardo "Máquina da dor" afirmou no dia anterior ao evento que era um dos atletas mais agressivos no cenário do MMA nacional. Como resposta, Nazareno garantiu que estava preparado para levar o cinturão da categoria para o Pará. O primeiro assalto começou movimentado, com Nazareno acertando bons chutes e "Máquina da Dor" mostrando excelente qualidade técnica, num combate equilibrado.

Com vantagem no segundo round, "Máquina da Dor" manteve a superioridade no último round com golpes duros no ground and pound e saiu com o título após decisão dividida da arbitragem.

Por fim, Roggers "The Tigger" chegou invicto para a disputa do cinturão peso-pesado. O atleta da Nova União de Patos de Minas confirmou a boa sequência e, apesar de ser especialista no Muay Thai, encaixou a guilhotina já no terceiro round obrigando Marcus Montanha a desistir do combate. Aos 28 anos, foi a sexta vitória em seis lutas na carreira profissional do paraense.

Confira os resultados do Jungle Fight 91:

Bruce Souto venceu Eduardo Blade por decisão unânime
Eduardo Máquina da Dor venceu Francisco Nazareno por decisão dividida
Roggers The Tiger venceu Marcus Montanha com guilhotina aos 29s do 3R
Marcelo Animal venceu Antônio Malvado por desistência
Denis Três Dedos venceu Leandro Foguinho por decisão unânime
Alessandro Gambolino venceu Delmar Silva com um mata leão aos 1m38s do 2R
Francisco de Assis venceu Jonas Lima por decisão unânime
Brenner Albert venceu Luis Ceron por nocaute técnico aos 1m28s do 1R
Carlin Soares venceu Wendel Rocha por nocaute técnico aos 4m do 1R
Bruce Carvalho venceu Rodrigo Praia por nocaute técnico aos 3m06s do 2R
Fernando Bem 10 venceu Gelis Ramos com um mata leão aos 2m 27s do 1R
Rafael Cabeça venceu Eliseu Japa por nocaute aos 2m47s do 1R

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo