Esporte

Lutador do UFC detona Daniel Cormier: "Wrestler gordo de m****"

Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Jimi Manuwa (foto) criticou duramente o lutador Daniel Cormier Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

20/07/2017 11h21

 

Atração principal do UFC 214, a luta entre Daniel Cormier e Jon Jones é uma das revanches mais aguardadas da história do MMA. O duelo está agendado para acontecer no próximo dia 29 de julho, mas já há um outro atleta de olho na disputa do cinturão. É Jimi Manuwa, atual terceiro colocado no ranking meio-pesado (93 kg) do Ultimate, que aproveitou as semanas que antecedem o duelo para detonar o atual campeão. E, de acordo com inglês, a justificativa para tanto desafeto é simples: para ele, ‘DC’ é um lutador soberbo.

Em entrevista ao programa ‘MMA-Panelen’, o meio-pesado que reside na Inglaterra não mediu suas palavras ao externar o que pensa sobre o detentor do cinturão. Segundo Manuwa, Cormier não passa de um atleta que se enxerga superior aos demais competidores e que tenta transparecer o seu jeito de valentão. E em meio a tantas críticas, sobrou até para a forma física de DC.

“O Daniel Cormier que se f***. Ele é um wrestler gordo de m***, e eu realmente não me importo com o que ele diz. Todo mundo diz que ele é um cara bom, mas realmente não gosto dele. Ele me parece um valentão e não gosto de valentões. Ele tem o cinturão, é um grande lutador e tudo mais. O respeito por isso, mas realmente não gosto dele como pessoa. Não gosto de sua atitude junto aos outros lutadores. Ele é nariz em pé sobre as pessoas e coisas. Então, eu realmente não o respeito e não acredito que ele vá passar do segundo round comigo”, exclamou Manuwa.

Considerado por especialistas e fãs como um dos meio-pesados com maior poder de nocaute da atualidade, Manuwa conseguiu cinco de suas seis vitórias por nocaute desde que chegou ao Ultimate – o que ajuda a explicar o fato dele esbanjar tanta confiança. E além de criticar o atual campeão, ele ainda aproveitou para fazer um balanço sobre a atual situação de sua categoria no UFC.

“Se Jones ganha, acho que ele e o Alexander fariam uma luta enorme, mas, ao mesmo tempo, não lutei contra o Jon Jones. Acredito que Jon Jones será nocauteado se lutar comigo. Acredito DC não vai passar do segundo round quando lutar comigo. Alex lutou contra o Jones e o DC em duas lutas disputadas, assim ele contra qualquer um deles seria uma luta enorme, enorme. Eu contra qualquer um deles seria algo desconhecido, e, quando eu nocautear Oezdemir, enviarei ondas de choque por toda a divisão confirmando que sou o grande desafio”, concluiu o atleta que se apresenta no mesmo card do UFC 214, na Califórnia (EUA), contra Volkan.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo