Topo

MMA

Jon Jones revela conselho de Anderson Silva: "Vi medo no Cormier"

Getty Images
Anderson Silva e Jon Jones são como irmãos Imagem: Getty Images

Ag. Fight

24/07/2017 19h01

Jon Jones está de volta ao MMA. Escalado para enfrentar Daniel Cormier no próximo sábado (29) na luta principal do UFC 214, em Anaheim, na Califórnia (EUA), o ex-campeão parece disposto a provar que superou seus problemas com a Justiça Americana e que, focado no treinamento, poderá reaver o posto de campeão dos meio-pesados (93 kg). E para isso, toda ajuda é válida, ainda mais se ela vier de Anderson Silva.

De acordo com ‘Bones’, o brasileiro, ex-campeão dos pesos-médios (84 kg), o ligou para conversar sobre a luta e ainda lhe deu conselhos. Afinal, foi justamente o Spider que substituiu Jones após um flagra no exame antidoping em julho de 2016 para enfrentar Cormier no UFC 200. E dentre as dicas do veterano, a postura de ‘DC’ no octógono lhe chamou a atenção.

“Basicamente ele me disse sobre o que eu sou capaz de fazer. disse que ficou surpreso com o nível de medo que ele sentiu vindo do Daniel . Ele me disse: ‘Eu sou um homem velho agora e o Daniel precisou me derrubar round por round. Vi medo nele, ele tem medo no coração’. Vá lá e pegue o que você tem que pegar”, narrou durante conversa com os jornalistas por telefone nesta quinta-feira.

O conselho, por sinal, foi bem recebido por Jones, que já derrotou Cormier por pontos em janeiro de 2015. Na ocasião, Jones demonstrou grande base de wrestling e evitou ser derrubado pelo experiente rival nos quatro primeiros rounds. Fato que ele garante ser  o diferencial para frustrar as chances de ‘DC’.

“O Anderson é meu ídolo. é o cara que eu mais respeito nesse esporte. Para mim, ouvir isso dele… É só ir lá dar o que eu posso. Me sinto bem, uma diferença é que as minhas defesas de queda são sólidas. Sem chance dele me derrubar”, garantiu o ex-campeão.

Sem perder tempo, Cormier pediu a palavra e ironizou a ajuda do brasileiro. Afinal, de acordo com seu raciocínio, o que ele poderia acrescentar já que Anderson foi derrotado por pontos de forma consistente após três rounds de total domínio do americano.

“É legal vocês serem amigos e o Anderson dar conselhos. Seria a mesma coisa que o Glover me ligar e dar conselhos para bater o Jones. Ele perdeu! Então, claro, isso não me incomoda”, minimizou.

A disputa entre os meio-pesados será realizada nesse sábado. Apontada como uma das maiores rivalidades da história do esporte, a disputa coloca frente a frente os dois lutadores que limparem a categoria e bateram os principais desafiantes como Alexander Gustafsson, Anthony Johnson e Glover Teixeira.