Topo

MMA

Comissão Atlética Brasileira de MMA adota novo pacote de regras

Danilo Lavieri/UOL Esporte
Imagem: Danilo Lavieri/UOL Esporte

Ag. Fight

27/07/2017 12h52

 

A ABC (Associação das Comissões de Boxe e dos Esportes de Combate) já havia aprovado no ano passado um pacote de novas regras para as artes marciais mistas, mas não foram todos os órgãos que adotaram o novo conjunto de especificações imediatamente. Entre as entidades que optaram por adiar a sua adoção em um primeiro momento estava a CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA), que recentemente resolveu alternar este cenário.

Com a adoção do novo pacote de regras proposto pela ABC, as lutas de MMA no Brasil sofrerão algumas alterações na forma como são julgadas e analisadas. Isso porque, entre as mudanças aprovadas, está a de que não basta que o atleta de artes marciais mistas esteja apenas com uma mão no chão para evitar receber chutes e joelhadas no rosto – agora será necessário ficar com as extremidades dos dois membros superiores tocando o tablado para não receber tais golpes -, e também não será mais proibido o uso do calcanhar para golpear na altura do rim. 

“Então, não podemos afirmar que haja um impacto negativo na integridade dos atletas com esta regra específica”, afirmou Cristiano Sampaio, o diretor de operações da CABMMA, em entrevista ao site ‘MMA Fighting’ enquanto analisava a adoção da nova regra sobre a necessidade de se estar com as duas mãos no piso para não receber chutes e joelhadas.  

“Então, concluímos que esta técnica não é treinada pelos atletas porque não é eficiente, e por isso não é aplicada por eles em brigas”, salientou Sampaiou ao falar sobre os golpes com calcanhar na altura do rim. 

A decisão de que a CABMMA adotará o novo pacote de regras foi anunciada na última segunda-feira (24), durante ama Conferência da ABC no estado de Connecticut, nos Estados Unidos. Ao que tudo indica, a regras passarão a valer em território nacional a partir do próximo dia 1° de agosto.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!