MMA

Demian Maia ignora camp curto e promete luta sem erros no UFC 214

Ag. Fight

28/07/2017 13h41

Após se manter no topo da divisão dos meio-médios (77 kg) nos últimos anos e emplacar a sequência de sete vitórias consecutivas sobre alguns dos atletas mais duros da divisão, Demian Maia finalmente terá a chance de enfrentar o campeão Tyron Woodley  no próximo sábado (29), em combate válido pelo card do UFC 214. A disputa do cinturão até não veio da forma como o brasileiro esperava – já que ele só contou com apenas cinco semanas para treinar -, mas o especialista no jiu-jitsu fez questão de ignorar todas as adversidades e prometer que errará o mínimo possível contra o americano. 

Em conversa com jornalistas durante o treino aberto do UFC 214, na cidade de Anaheim na Califórnia (EUA), o brasileiro de 39 anos se manteve sereno ao analisar as barreiras que envolveram o seu tão desejado combate pelo título. Ainda que ele tenha reconhecido que o seu tempo de preparação não foi o ideal, principalmente por se tratar de uma disputa de cinturão – caracterizada por camps mais longo do que nove semanas -, Demian garantiu que estará 100% quando subir ao octógono no ginásio Honda Center. 

“Quando recebei a disputa de cinturão, há cinco semanas, falei: ‘Qual foi, pessoal, vamos fazer no fim de agosto ou setembro’. Todos vocês aqui são especialistas, sabem que um camp para disputa de cinturão não dura menos do que 10 semanas. Mas o bom é que me mantive treinando, não fiquei parado. Mesmo enquanto estava fazendo os meus seminários, me mantive treinando. Isso foi uma coisa boa, não saí do nada para o 100%. Cinco semanas não são o ideal, mas foi o que tivemos para nos preparar para sábado”, analisou o brasileiro. 

“Todos os erros que cometi nesses anos, e foram muitos não especificamente na luta em si, mas nos treinamentos, nas técnicas e mentalmente. Aprendi muito com isso, e não cometerei os mesmos erros. Posso até não vencer no sábado, mas não cometerei os mesmos erros”, completou. 

O combate co-principal do UFC 214 definirá se o cinturão meio-médio virá para o Brasil ou permanecerá nos Estados Unidos, e o vencedor da disputa provavelmente enfrentará Georges St-Pierre, ex-campeão da categoria que anunciou seu retorno ao esporte no início desse ano. E foi justamente este um dos fatores que fez com que Demian aceitasse a luta contra Woodley mesmo com pouco tempo para se preparar. 

“Eles precisam de alguém para enfrentar o GSP em novembro. Então, se eu deixasse essa chance passar, não tinha como saber quando teria outra. Por isso não pude dizer: ‘Não esperarei’, e disse que faria o meu melhor em cinco semanas de preparação”, relembrou o meio-médio. 

Além de analisar os fatores que transcendem o octógono e que de fato interferiram em sua tão aguardada disputa de cinturão, Demian também dissecou as habilidades de seu oponente. De acordo com o brasileiro, Woodley é um campeão com méritos, mas nada do que o americano levar para o octógono o surpreenderá. 

“Ele é muito bom, assim como o Carlos Condit, Jake Shields e o Masvidal. Existe uma razão para ele ser o campeão. Ele é muito bom na luta agarrada, principalmente no wrestling, mas estou muito confiante com o meu wrestling porque treinei com os melhores. Vim para os Estados Unidos treinar desde a minha derrota para o Anderson Silva e evolui muito. Treinei com muitos caras gabaritados”, concluiu.

Confira abaixo o vídeo das encaradas (ou clique aqui):

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Topo