Topo

MMA

Pettis frustra festa local e vence Moreno no UFC México

Juan DeLeon/AP Photo
Imagem: Juan DeLeon/AP Photo

Ag. Fight

06/08/2017 02h12

Não foi uma noite das mais memoráveis para os mexicanos que encheram a Arena Ciudad de México neste sábado (5) para acompanhar mais uma edição do maior torneio de MMA do mundo. Dos oito representantes do país, apenas três levaram a melhor e cinco deixaram o octógono derrotados, incluindo Brandon Moreno, que perdeu para Sergio Pettis na luta principal da noite.

Número sete no ranking dos moscas (57 kg), Moreno conheceu sua primeira derrota no UFC. O jovem de 23 anos foi o único atleta do país a perder após o duelo ir para as mãos dos juízes laterais. Em outras três ocasiões, os árbitros deram triunfo para os mexicanos.

Irmão mais novo de Anthony Pettis, ex-campeão dos leves (70 kg), Sergio chegou a sua quarta vitória seguida no Ultimate. Atualmente na sexta colocação dos moscas, o americano deve ganhar algumas posições assim que o ranking for atualizado.

“A luta dele em pé é diferente e me fez questionar a minha maneira de lutar. Eu vi que ele deixava a mão esquerda baixa, então isso foi importante para poder entrar ali. Claro que quero a luta pelo título, mas sei que tem muita coisa para acontecer até lá”, afirmou Pettis ainda dentro do octógono.

A luta

Moreno conseguiu uma queda logo no início do primeiro round e ficou trabalhando o seu jiu-jitsu. Com muita agilidade, o mexicano foi se movimentando até ganhar as costas de Pettis com o cadeado fechado na altura da cintura do americano. Com o apoio da torcida, o número sete do mundo foi acompanhando os movimentos do seu rival e não deixou a posição até o fim dos primeiros cinco minutos.

Na parcial seguinte, Pettis pareceu ter encontrado o seu jogo. Mantendo a distância e controlando o centro do octógono, o americano conectou mais golpes e seus chutes altos assustaram o mexicano. No terceiro round a luta se manteve em pé e o americano ampliou a sua vantagem com um jogo de trocação bem mais eficaz.

Tendo noção de que estava melhor na luta, Pettis passou a controlar o combate com certa tranquilidade entre os rounds quatro e cinco. Com maior precisão ao golpear, o americano frustrou as investidas de Moreno e apenas levou o duelo para as mãos dos jurados. Vitória de Anthony Pettis por decisão unânime.

Ex-campeão em apuros

Sem sombra de dúvidas Rashad Evans vive o pior momento de sua carreira. Ex-campeão dos meio-pesados (93 kg), o americano chegou a sua quarta derrota seguida dentro do maior torneio de MMA do mundo ao ser superado por Sam Alvey por decisão dividida dos juízes laterais.

Em um duelo bastante equilibrado e sem grandes emoções, dois dos três jurados consideraram o Sr. Sorriso mais eficiente durante o confronto e ampliaram o momento complicado que Evans vive na organização. Bastante abalado, o ex-campeão deixou o octógono rapidamente e visivelmente contrariado com mais um revés em sua carreira.

CARD PRINCIPAL

Sergio Pettis venceu Brandon Moreno por decisão unânime dos juízes laterais;
Alexa Grasso venceu Randa Markos por decisão dividida dos juízes laterais;
Niko Price venceu Alan Jouban por nocaute no primeiro round;
Humberto Bandenay venceu Martín Bravo por nocaute no primeiro round;
Sam Alvey venceu Rashad Evans por decisão dividida dos juízes laterais;
Alejandro Pérez venceu Andre Soukhamthath por decisão unânime dos juízes laterais.

CARD PRELIMINAR

Jack Hermansson venceu Brad Scott por nocaute no primeiro round;
Dustin Ortiz venceu Hector Sandoval por nocaute no primeiro round;
Rani Yahya venceu Henry Briones por finalização no primeiro round;
José Alberto Quiñónez venceu Diego Rivas por decisão unânime dos juízes laterais;
Joseph Morales venceu Roberto Sanchez por finalicação no primeiro round;
Jordan Rinaldi venceu Álvaro Herrera por finalização no primeiro round.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!