Esporte

Parceiro de treino de McGregor dá detalhes de polêmica com ex-campeão mundial

Ag. Fight

09/08/2017 16h19

A foto da discórdia foi publicada e depois apagada – Reprodução/Twitter

Nas últimas semanas, um nome surgiu com grande força em meio a notícias e provocações entre Conor McGregor e Floyd Mayweather. Paul Malignaggi, ex-campeão mundial de boxe, roubou as atenções ao abandonar o camp do lutador de MMA e fazer uma série de acusações ao campeão dos leves (70 kg) do Ultimate, que teria participado do vazamento de imagens de uma sessão de sparring. A história ficou bastante mal contada e um membro da equipe do irlandês resolveu vir a público para dar a versão do outro lado.

Em um longo depoimento ao site ‘The Irish News’, Tiernan Bradley, pugilista de 20 anos com cem lutas como atleta amador, contou o seu lado da polêmica. Ele foi convidado a explicar três pontos essenciais do enredo e começou falando sobre a reclamação de Malignaggi por ter treinado com McGregor apenas um dia após chegar em Las Vegas (EUA).

“Ele chegou na segunda à noite e fez sparring na terça, mas não tenho certeza do porquê dele fazer disso uma grande coisa. Nova York para Las Vegas são cinco ou seis horas de voo. No começo do camp, Dashon Johnston, um dos outros parceiros de treino, voou da Califórnia para Dublin entre domingo e segunda e fez sparring na terça. O próprio Conor fez o tour de quatro cidades, de Nova York para Los Angeles, Toronto e Londres. Tudo em uma semana e voltou para Vegas no domingo de manhã e fez sparring com o Dashon na segunda. Não vejo uma questão”, rebateu.

A polêmica toda se deu início após Malignaggi ver uma foto sua publicada onde aparece estirado no chão e McGregor em pé, no que dá a entender que o irlandês aplicou um knockdown no ex-campeão mundial de boxe. O pugilista americano ficou inconformado com a imagem, mas se defendeu pedindo para que as gravações do sparring fossem mostradas na íntegra, sem cortes.

“Eu fiz um dos córners do Paulie, o segundo depois de um primeiro encontro, e eu posso dizer com segurança que será muito interessante quando o vídeo for lançado após a luta . Paulie saiu falando desde o início: ‘tire esse sorriso do rosto’, porque o Conor estava sorrindo para ele. Conor foi muito profissional. Paulie dizia coisas e era atingido. Conor escolheu os momentos para responder . Não foi um sparring de um lado só, mas achei que teve um vencedor claro no geral e foi o Conor. Ele foi muito calmo, profissional e honesto. Me impressionou naquele dia”, disse Bradley.

Apesar de todos os questionamentos e versões, ainda ninguém havia falado sobre como foi o clima entre a equipe no momento em que Malignaggi resolveu pedir para ir embora. Bradley também foi convidado a narrar como tudo aconteceu e não poupou detalhes. Além de contar sua versão dos fatos, o irlandês aproveitou para sair em defesa do seu compatriota ao dar um exemplo de si mesmo, e de como sua primeira foto foi publicada nas redes sociais de McGregor.

“Na quinta foi quando Paulie viu a foto pela primeira vez. Ele ficou claramente incomodado, mostrando a foto no seu celular e questionando “que p***’ era aquela?’. Foi estranho, porque depois que o Conor chegou no vestiário o Paulie não mencionou nada, mesmo quando eles se falaram. Nós pegamos o carro para comer e Paulie pediu para ficar na casa. Podíamos ver que ele estava pensativo. Ele estava de mau humor. Quando voltamos para a casa ele tinha ido embora – ficamos fora por apenas 45 minutos”, narrou.

“Quando você faz parte do camp do Conor McGregor, você sabe que fotos serão postadas todos os dias. Às vezes eles podem não ser as mais agradáveis. A primeira que eles publicaram minha eu estava levando o uppercut no queixo e assim que eu tomei já sabia que estaria no Facebook ou no Instagram. Paulie está em um estádio da carreira diferente do meu. Eu estou começando e ele já foi campeão do mundo em duas categorias, lutou algumas grandes lutas. Claro que ver essa foto mexeu com o orgulho dele. Quanto ao ‘knockdown’ em si, vocês poderão tirar as próprias conclusões quando a filmagem for publicada, se alguém ainda se importar com isso”.

Conor McGregor e Floyd Mayweather se enfrentarão no dia 26 de agosto no ginásio T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA). O evento marcará a primeira luta profissional do irlandês no boxe justamente contra o norte-americano, que se manteve invicto em todos os seus 49 combates disputados ao longo de seus mais de 20 anos de carreira como profissional.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo