MMA

McGregor rompe silêncio sobre treinos com ex-campeão de boxe: Foi esmagado

Scott Heavey/AP
Conor McGregor garantiu que dominou os treinos contra Paulie Manignaggi Imagem: Scott Heavey/AP

Ag. Fight

13/08/2017 08h00

Conor McGregor é um franco atirador. Não apenas em sua carreira no MMA, que de tanto sucesso o alçou para um impensável duelo contra Floyd Mayweather nas regras do boxe, como também em seus discursos fora dos cages e ringues, onde passa com precisão sua confiança que o acompanha desde o início de sua caminhada no esporte. E com esse estilo sempre disposto a nunca recuar, o irlandês rompeu o silêncio sobre a polêmica envolvendo ele e o ex-campeão de boxe Paulie Manignaggi.

Escalado para ser parceiro de treinos de McGregor, que se prepara para enfrentar Floyd Mayweather no próximo dia 26 de agosto, em Las Vegas (EUA), Paulie deixou o camp do campeão peso-leve (70 kg) do UFC após se declarar revoltado com a divulgação das imagens que davam a entender que ele havia sofrido um knockdown nos treinos. Com vídeo revelado e mais polêmica em volta do tema, chegou a hora do próprio irlandês romper o silêncio e comentar o assunto.

“Ele estava procurando por uma saída. Os treinos não foram muito bons para ele. Ele levou muitos traumas na cabeça. Nós ficamos preocupados logo depois. Os parceiros de sparring estavam nos dizendo que quando deixaram ele na casa dele após os 12 rounds, o Paulie estava tropeçando para fora do carro”, narrou Conor durante entrevista coletiva na nova sede do UFC na última sexta-feira (11).

Na ocasião, McGregor se apresentou para a imprensa por mais de uma hora em uma sessão de treino para o duelo contra Mayweather. Em forma e um pouco mais leve do que de costume, o irlandês garante que chocará o mundo e provará que atletas de MMA podem competir em igualdade com ídolos do boxe nos ringues. E para isso ele usa de exemplo os dois sparrings de 12 rounds cada que travou com Paulie, ex-campeão mundial.

“Ele foi esmagado contra as cordas, em diversas vezes as cordas seguraram ele. Nós estávamos preocupados, pensamos que o pior poderia acontecer. Ele certamente estava contundido. E assim ele decidiu sair. Ele veio, deu o seu melhor e as coisas não foram do jeito dele. Ele teve seu traseiro chutado, teve seu orgulho arranhado, e assim quis seu caminho de saída. É a melhor maneira para um cara como ele sair diante de diversas questões”, provocou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo