Topo

MMA

Usada se defende de polêmica em exames de doping de Jon Jones

Sean M. Haffey/Getty Images/AFP
Imagem: Sean M. Haffey/Getty Images/AFP

Ag. Fight

02/09/2017 13h39

 

A notícia de que Jon Jones testou positivo em exame antidoping realizado um dia antes do UFC 214 caiu como uma bomba no mundo do MMA. E aos poucos, com mais informações sendo divulgadas, alguns questionamentos vão aparecendo.

Um deles se refere aos motivos pelo qual Bones testou positivo apenas para o exame feito no dia 28 de julho, portanto, um dia antes do duelo contra Daniel Cormier. Isso porque o campeão dos meio-pesados (93 kg) também foi testado semanas antes e no próprio dia da luta, mas em todas as situações seus exames retornaram limpos.

Diante da polêmica instaurada após a divulgação de que Jon Jones passou ileso pelo teste realizado no dia da luta, a Usada (agência antidopagem americana responsável pelos exames no Ultimate) emitiu um comunicado ao site 'MMA Fighting' se explicando. De acordo com a informação prestada pela órgão, foram coletas distintas para poder examinar substâncias diferentes.

"Visto que o agente do sr. Jones publicamente comentou este caso, nós confirmamos que o sr. Jones cedeu amostra de urina e sangue no dia 6 de julho e apenas de urina no dia 7 – todas retornaram negativa. Em 28 de julho, sua amostra de urina testou positiva para turinabol – como confirmado antes – então depois da luta ele cedeu amostra de sangue que retornou negativa", afirma o comunicado.

"O esteroide anabolizante proibido turinabol só é testado em exames de urina e não em exames de sangue. Testes de urina e de sangue são complementares entre si e não analisam as mesmas substâncias. Sr. Jones é inocente até e ao menos que o processo determine o contrário. Apenas é justo deixar o processo acontecer antes de tirar qualquer conclusão", conclui.

O resultado da contraprova deve vir a público nas próximas semanas. Se também der positivo, Jon Jones pode ser condenado a uma suspensão severa de dois a quatro anos afastado dos octógonos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!