MMA

VanZant revela ameaça de seus pais para mudar de categoria: Seria deserdada

Darryl Dyck/The Canadian Press
Imagem: Darryl Dyck/The Canadian Press

Ag. Fight

05/09/2017 17h48

No mês de junho de 2016, Valerie Leatourneau e Joanne Calderwood fizeram a primeira luta no projeto que mais tarde resultaria na criação da categoria peso-mosca (57 kg) feminina no UFC. Agora, com poucos duelos realizados, Paige VanZant será mais uma atleta a se aventurar pela nova divisão. E o motivo para a mudança em sua carreira foi simples: a americana estava enfrentando grandes dificuldades em bater os 52 kg do limite dos pesos-palhas.

Em uma entrevista no programa 'The MMA Hour' nessa terça-feira (5), Paige contou que, durante o corte de peso para a sua última luta - quando foi derrotada por Michelle Waterson -, a dificuldade para vencer a balança fez com que até seus pais temessem pela sua saúde. De acordo com a americana, a decisão de mudar de categoria foi tomada junto com sua equipe.

"É hora de eu mover para cima. Essa última luta, meus pais acompanharam eu cortando peso e disseram que iam me deserdar se eu fizesse isso de novo. Eu estava me matando e não estava valendo a pena. Acho que todos na minha equipe concordaram que estava na hora de mudar. Bater 52 kg é muito difícil", afirmou.

Bastante querida pelo público, Paige conta com participações em programas como 'Dancing With The Stars' (espécie de Dança dos Famosos), e poderia perseguir outra carreira se quisesse - a atleta pratica danças desde pequena. No entanto, a americana faz questão de deixar claro que não pretende parar de lutar.

"Não, eu não vou a lugar algum. Planejo continuar lutando por muito tempo. Eu não vou desperdiçar as oportunidades de fazer coisas que gosto, mas eu sou uma lutadora antes de tudo e não vou largar isso aqui", declarou.

Após contar com a presença de Cris 'Cyborg' em seus treinos em fevereiro desse ano, Paige voltou a elogiar a brasileira e deixou claro que quer voltar a treinar com a campeã peso-pena (66 kg) do UFC: "Aconteceu durante um tempo. Eu amo ela , ela realmente é uma das pessoas mais legais que eu já conheci. Me recebeu de braços abertos, espero poder continuar treinando com ela. Ainda digo que ela é a melhor lutadora do mundo. Depois dessa luta, quero voltar para lá e passar um tempo com ela".

No próximo dia 7 de outubro, Paige subirá no octógono para encarar Jessica Eye no UFC 216. Enquanto a 'queridinha do Ultimate' está subindo da divisão dos palhas para o duelo, a sua adversária está descendo da categoria dos pesos-galos - levando, teoricamente, uma vantagem física sobre '12 Gauge'.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo