MMA

Cub Swanson provoca e garante duelo com J. Aldo, desde que nos seus termos

Reprodução / Instagram
Cub Swanson quer enfrentar José Aldo Imagem: Reprodução / Instagram

Ag. Fight

06/09/2017 07h00

Apesar de Cub Swanson estar entre os tops dos pesos-penas (66 kg) e pedir por uma chance pelo cinturão há mais de um ano, ele parece entender que a movimentação da categoria pode exigir que ele passe por outros atletas antes da chegada do bilhete de ouro. Com isso em mente, o americano, sempre mirando alto, deixou claro que um duelo com José Aldo pode fazer sentido, caso seja realizado nos "seus termos".

'Killer Cub', que se tornou pai de uma linda filha recentemente, recebeu com bons olhos o desafio público do brasileiro, o que lhe garantiria não apenas um combate de grande visibilidade na divisão como também uma chance de colocar à prova sua chance de revanche da disputa realizada ainda em 2009. No entanto, ao menos para ele, o ex-campeão não possui o mesmo apelo midiático que outrora.

"Tem o Aldo me desafiando agora, mas eu venho pedindo essa luta há anos. Ele poderia ter feito esse confronto acontecer a qualquer momento. Agora ele espera que eu aceite quando ele determina? Não. Aldo não tem o cinturão mais, então não é tão lucrativo lutar com ele mais. Apenas colocando sob perspectiva, lutando com ele agora, eu receberia um quarto do que ele ganhou quando ele foi derrotado por Max Holloway", explicou ao site 'FloCombat'.

Com o tempo de preparação como foco, Cub parece disposto a frustrar as pretensões de Aldo. Afinal, enquanto o brasileiro afirmou que pretende lutar em novembro, o americano garantiu que só se sentiria pronto para lutar no evento do final do ano, em dezembro.

"Aldo está pedindo por essa luta para novembro, mas eu não tenho intenções de lutar nesse período. Ele pediu por mim, especificamente, mas quer que seja no evento de novembro. Seja qual for a luta que eu aceite, eu vou garantir que eu tenha 14 semanas , o que pode ser no card do final do ano. Tenho muita coisa acontecendo na minha vida e eu preciso ter a certeza de que eu vou fazer todos os ajustes que preciso. Não vou apressar nada a esse ponto", argumentou o atleta.

"Eu vou conversar com o UFC nas próximas semanas e, então, vou descobrir quem está disponível para lutar neste período que eu estou visando, porque essa é a minha carreira e sou eu que estou entrando no octógono. Sempre quero dar o meu melhor e o meu melhor vem com a maneira certa de treinar e se preparar", acrescentou.

 

Reprodução/Instagram

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Redação
Topo