Esporte

Rafael Dos Anjos finaliza no primeiro round e pede por cinturão do UFC

Ag. Fight

10/09/2017 00h58

O card preliminar do UFC 215 tinha como co-main event a segunda apresentação de Rafael dos Anjos na divisão dos meio-médios (77 kg). E diante de Neil Magny, o ex-campeão dos pesos-leves (70 kg) mostrou que vive o melhor de sua forma física a ponto de não tomar conhecimento do adversário.

Nos primeiros instantes da luta, RDA derrubou o americano com um chute e selou o destino do combate. Por cima, o brasileiro bateu quando quis, passou a guarda, montou e variou o ataque para um katagatame, que obrigou o oponente a desistir. Vitória fácil que foi acompanhada de um pedido por uma chance de lutar pelo título.

Atual campeão dos meio-médios, Tyron Woodley aguarda a definição de seu próximo adversário. Porque não o ex-campeão dos leves?

"Estou aqui para disputar o cinturão. Quero o cinturão. Sou ex-campeão dos leves e  agora estou aqui. eu estava sofrendo muito para bater o peso, não estava 100%. Quero ver meus filhos crescerem, quero ser avô. Fiz a escolha certa!".

Sem chances

Wilson Reis, que em sua última luta havia sido finalizado por Demetrious Jonhson, campeão dos pesos-moscas (57 kg), não viu a cor da bola neste sábado. Diante de Henry Cejudo, o brasileiro foi dominado desde o início e acabou superado em todos os aspectos durante todos os minutos de disputa dentro do octógono.

No segundo assalto, após levar duros golpes em pé, um direto o levou a knockdown e, no chão, seu jiu-jitsu de alto nível nada pode fazer diante de um agressivo ground and pound que deu números finais ao combate. Após a conquista, Cejudo fez questão de desafiar Demetrious para uma revanche.

Show de raça

Ex-campeão peso-leve (70 kg) do Strikeforce, Gilbert Melendez entrou no octógono para encarar Jeremy Stephens em sua estreia como peso-pena (66 kg) no UFC. E embora a vitória tenha passado longe, sua moral com a torcida cresceu como nunca após sua demonstração de raça e valentia.

Ao defender um chute baixo no primeiro round, Melendez passou a mancar e a exibir um grande inchaço em sua canela esquerda. No assaltos seguintes, a cada chute recebido no local, ele desabava com cara de dor e dava a entender que o final estava próximo. Apenas aparência, já que ele resistiu até o final e foi superado apenas por pontos.

Confira os resultados do UFC 215:

Rafael dos Anjos finalizou Neil Magny no 1º round;
Henry Cejudo nocauteou Wilson Reis no 2º round;
Ilir Latifi venceu Tyson Pedro por decisão unânime;
Jeremy Stephens venceu Gilbert Melendez por decisão unânime;
Ketlen Vieira finalizou Sara McMann no 2º round;
Sarah Moras finalizou Ashlee Evans-Smith no 1º round;
Rick Glenn venceu Gavin Tucker por decisão unânime;
Alex White nocauteou Mitch Clarke no 2º round;
Arjan Bhullar venceu Luis Henrique 'KLB' por decisão unânime;
Kajan Johnson nocauteou Adriano Martins no 3º round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo