Esporte

Co-fundador do UFC anuncia novo GP de oito lutadores no México

Ag. Fight

20/09/2017 13h33

Campbell McLaren, CEO do Combate Americas, retorna com o modelo de torneio - Instagram

Co-fundador do UFC, Campbell McLaren, CEO do Combate Americas, se prepara para repetir o formato que deu início á fama do maior evento de MMA do mundo. A meta agora, porém, é introduzir o modelo de torneio de oito lutadores no mercado latino.

Aproveitando o crescimento de seu novo evento e da popularização do MMA em países de língua espanhola, o Combate Americas lançará um torneio em Cancun (México) no dia 11 de novembro - um dia antes do aniversário de de 24 anos do primeiro UFC-, ocasião em que o vencedor terá que superar três rivais na mesma noite.

No entanto, de acordo com entrevista dada ao site 'MMA Junkie', o CEO programou mudanças para preservar a integridade dos combatentes. Nos dois primeiros desafios, por exemplo,  os rounds irão dura apenas tês minutos e não serão permitidas cotoveladas.

Na grande final, porém, com assaltos de cinco minutos e cotoveladas permitidas, o desafio deverá ser mais sangrento para o grande vencedor, que receberá 100 mil dólares pela conquista - o dobro do que Royce Gracie faturou ao vencer o UFC 1.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo