MMA

Treinador oferece Cody Garbrandt para "defender" recorde de Anderson Silva

Rigel Salazar
Imagem: Rigel Salazar

Ag. Fight

Ag. Fight

28/09/2017 14h11

 

No UFC 217 - que acontece no próximo dia 4 de novembro, em Nova York (EUA) - Cody Garbrandt defenderá o seu cinturão da categoria peso-galo (61 kg) pela primeira vez. Apesar disso, um dos treinadores do campeão já pensa no próximo objetivo do lutador. De acordo com Justin Buchholz, seu pupilo pode descer uma divisão para enfrentar Demetrious Johnson no peso-mosca (57 kg) para, assim, acumular dois cinturões.

Para o técnico, a invencibilidade de Cody como profissional no MMA pode ser um ponto a seu favor caso enfrente 'DJ'. Tanto que, em entrevista para o programa 'Five Rounds', Buchholz ressaltou que se o campeão dos moscas quiser testar seu recorde de defesas de título contra o Cody, seu pupilo aceitaria o desafio para mantê-lo nas mãos do 'Spider' .

"É claro que o Cody pode fazer isso agora. Ele é importante e forte, está ficando cada vez maior. Então, ele precisa descer de categoria agora. Com certeza é uma luta que amaríamos fazer, mas precisamos ver como faremos o corpo dele descer para 57 kg. Seria algo ousado. Ele está prestes a quebrar o recorde do Anderson Silva, então seria para o povo do Brasil. Vamos manter esse recorde intacto", provocou o treinador.

Desde a sua estreia como profissional, em 2012, o 'No Love' nunca lutou em uma divisão diferente. Apesar disso, a equipe do atleta acredita que a mudança de categoria seria possível pela idade do atual campeão do peso-galo. Buchholz disse estar confiante que o lutador de 26 anos conseguiria diminuir o seu peso sem dificuldades nos próximos meses.

"Estou confiante que isso pode acontecer, não é nada. Já vi coisas muito mais difíceis. Cody pode chegar nesse peso e manter o seu poder, ele pode descer de divisão ou se manter no galo, nesse ponto da carreira dele, enquanto ele ainda é jovem. Sabemos o risco de ficar trocando de categoria. Sabemos o que estamos fazendo aqui. Tudo é questão de ciência. Você precisa estar no topo para poder ter as pessoas certas e fazer as coisas certas. Podemos fazer à moda antiga e é por isso que estou tão confiante, com a tecnologia de hoje vai ser ainda mais fácil", completou Buchholz.

O americano vai defender o seu cinturão contra TJ Dillashaw no UFC Nova York, no dia 4 de novembro. Além dessa luta, Joanna J?drzejczyk enfrentará Rose Namajunas pelo título do peso-palha (52 kg) feminino, enquanto que o confronto principal da noite será entre Michael Bisping e Georges St. Pierre, pela divisão peso-médio (84 kg).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo