Esporte

Ferguson exige luta com McGregor após enfrentar Lee: "Defenda o cinturão ou deixe vago"

Ag. Fight

Ag. Fight

29/09/2017 13h42

O cinturão interino dos leves (70 kg) ainda vai entrar em disputa, no UFC 216 - que acontece no próximo dia 7 de outubro, em Las Vegas (EUA) -, mas Tony Ferguson não abre brecha para que a próxima luta do campeão linear, Conor McGregor, não seja para unificar o título. Após questionar a possibilidade de não haver uma unificação na categoria em breve, o atleta exigiu que o irlandês suba ao octógono contra ele ou Kevin Lee - seu adversário na luta principal da noite.

Na semana do confronto entre Ferguson e Lee, que definirá o campeão interino da divisão, um dos treinadores de McGregor pediu pela trilogia com Nate Diaz, o que não deixou o número dois do ranking oficial do UFC muito feliz. O americano afirmou, em entrevista para o site 'MMA Fighting', que o 'Notorious' precisa lutar com quem tiver o cinturão interino e que é para isso que serve a classificação da organização.

"A próxima luta para o Conor deve ser com quem ganhar o cinturão interino do peso-leve. Independentemente de quem ganhar, aquele idiota precisa defender ou deixar vago. Ele precisa unificar o cinturão. Não pode existir isso dele tentando lutar com o Nate e tudo mais. Essa m.... da de ranking no UFC é para isso", provocou Ferguson.

Não há nenhuma confirmação sobre quando o irlandês deve voltar para o octógono. Em função da superluta de boxe contra Floyd Maweather, realizada no último dia 26 de agosto, em Las Vegas (EUA), McGregor deve se apresentar apenas em 2018. O americano reconheceu que o terceiro encontro entre o irlandês e Diaz renderia mais dinheiro que a unificação do título da categoria, mas insinuou que o americano não seria um adversário a altura.

"Aquela vadia precisa lutar comigo ou com o cara que segurar o cinturão. Quero dizer: 'É sério?'. Você tem o ranking por uma razão. Você tem o título interino por uma razão, para que você possa unificá-lo. O cara é o que, top 10? Não é nem top 5? Kevin Lee tem mais coração que o Nate e eu tenho mais coração que toda a divisão. Então, se eles querem fazer essa luta , isso é ótimo. Mas é claro que os fãs vão ficar p..., porque, obviamente eles sabem que a p... do Diaz contra Conor vai render muito dinheiro, mas o que se deve fazer é unificar o cinturão. É isso que precisa acontecer", ressaltou o americano.

Além do confronto pelo cinturão interino dos leves, Demetrious Johnson defenderá o título dos moscas (57 kg) pela 11ª vez contra Ray Borg. O brasileiro Fabrício Werdum também lutará no card principal desta noite contra o americano Derrick Lewis, pela divisão dos pesos-pesados.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo