MMA

Americano promete nocautear Demian Maia: "Farei passar vergonha"

Diego Ribas
Imagem: Diego Ribas

Laís Rechenioti, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

30/09/2017 10h00

 

Colby Covington pode não ser muito conhecido no Brasil, mas no que depender do americano será por pouco tempo. Para a penúltima luta do UFC São Paulo, evento que vai acontecer no próximo dia 28 de outubro, o atleta apelidado de 'Caos' não só prometeu que vai nocautear o brasileiro Demian Maia no primeiro round, como também garantiu que vai "humilhá-lo", em combate válido pela divisão dos meio-médios (77 kg).

O brasileiro é reconhecido como um dos maiores especialistas em jiu-jitsu do MMA moderno, mas Covington garantiu que não está preocupado com o que Maia pode fazer no octógono. Para o americano, a ideia de que um soco basta para encerrar a luta e nocautear o adversário parece valer mais do que qualquer recurso técnico. Por isso, o atleta prometeu durante entrevista exclusiva para a reportagem da Ag. Fight que os paulistas vão assistir o número três do ranking oficial do UFC ser ridicularizado.

"Vou fazer Demian Maia passar vergonha na frente de todo mundo no dia 28 de outubro, em São Paulo. É para isso que eu estou aqui, é para isso que estou treinando. Vou nocauteá-lo no primeiro round. Eu não estou preocupado em treinar para enfrentar um especialista , tanto faz. Se eu o socar no rosto, eu apago ele. Então, eu não ligo para as habilidades de jiu-jistu dele, eu só quero humilhá-lo", provocou o lutador em um discurso mais ácido do que o de costume.

Além de Maia, o americano de 29 anos terá pela frente a torcida brasileira, que ficou conhecida pelo barulho que cria nas arenas com os famosos gritos de 'uh, vai morrer' destinados aos rivais estrangeiros. No entanto, nem mesmo a marca registrada dos fãs, que devem comparecer em peso ao Ginásio do Ibirapuera, parece intimidar o confiante e falastrão Colby Covington.

"Eu espero que a torcida brasileira faça o que eles sempre fazem. Eles não vão mudar. Vão ser barulhentos, vão me querer morto, vão gritar: 'Vai morrer'. É o que eles vão fazer. Eu vou lutar com o Demian Maia, eles não vão ficar em silêncio", analisou, indiferente.

Curiosamente, a última vez que o atleta enfrentou um adversário brasileiro foi em dezembro de 2015, no UFC 194. Nesse confronto, Covington foi derrotado pela única vez em sua carreira, quando Warlley Alves deu números finais à luta com uma guilhotina. Sobre o revés, o americano afirmou que não estava em sua melhor forma no combate e que esse episódio já é uma página virada.

"Você tem um Colby Covington saudável, sou um animal completamente diferente do que eu era há dois anos atrás. É uma situação diferente agora, e eu vou bater Demian Maia", prometeu o lutador.

A última derrota do brasileiro foi para o atual campeão da divisão, Tyron Woodley, no UFC 214, em julho deste ano. Por isso, esta luta pode ser considerada uma das mais importantes da carreira de Covington, que nunca disputou o cinturão no UFC. E, de fato, o americano ressaltou a relevância do combate, embora não garanta não perder o foco em seu rival.

"Eu treino para ser o melhor Colby Covington do mundo. Esse é o cara que treina para ser melhor todos os dias, pratica todas as habilidades todos os dias, então eu não treino para lutar com Demian Maia, eu quero chegar até o cinturão. Não me importo se a luta é importante ou não, eu me importo que o Maia é só alguém no meu caminho para o Tyron Woodley. É a minha chance para conseguir disputar o título. Eu espero por isso há muito tempo, é o que eu venho trabalhando. Mas eu tento não pensar nisso, eu estou apenas focado no Demian Maia", concluiu o atleta.

Esta será a segunda vez que o americano lutará no Brasil. O histórico do atleta no país é positivo, já que em novembro de 2014 ele finalizou o brasileiro Wagner Silva. Covington estreou no UFC em agosto de 2014 e sofreu apenas uma derrota como profissional. Seu cartel conta ainda com 12 triunfos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Topo