Esporte

McGregor reclama de árbitro de May-Mac: "Só olhava para mim"

Diego Ribas
Imagem: Diego Ribas

Ag. Fight

Ag. Fight

01/10/2017 16h00

Imediatamente após o fim do confronto contra Floyd Mayweather, Conor McGregor deixou claro que não gostou da interrupção do árbitro central, Roberto Byrd. O irlandês alegou que ainda estava consciente e que poderia aguentar mais no momento em que o duelo foi dado como encerrado, no décimo assalto. E o campeão dos leves (70 kg) do UFC voltou a falar sobre o tema.

Em sua última aparição pública, em um evento de perguntas e repostas em Glasgow (Escócia), McGregor foi além, criticando o comportamento de Byrd antes da luta, durante o combate e até mesmo a companheira do árbitro. Isso porque ele é casado com Adalaide Bird, juíza que foi suspensa após sua polêmica pontuação aplicada no confronto entre Gennady Golovkin e 'Canelo' Alvarez.

"Adalaide Byrd é a mulher de Robert Byrd. É tudo o que tenho a falar sobre isso", afirmou McGregor ao ser questionado pela apresentadora do evento sobre o que ele achava do confronto ter sido interrompido como foi. "Esse é o marido dela".

Para o irlandês, logo no início da luta, quando estava encarando Mayweather ele já sentiu algo estranho em Byrd. Além disso, o atleta do UFC também criticou a forma como o árbitro agiu ao decorrer do confronto.

"Quando nós ficamos cara a cara e estávamos fazendo as coisas das regras ele estava apenas olhando para mim. Eu estava olhando para frente e pude ver na minha visão periférica que ele só olhava para mim e não olhava para o Floyd. Eu ia fizer: 'Ele está lutando também, amigo. Dê a ele as porcaria das regras. Não sei. O que estava acontecendo lá?", questionou o irlandês.

"Toda vez que a gente se embolava, ele literalmente fazia wrestling para me tirar de lá. É isso, eu sabia que não conseguiria algo justo lá", completou.

Falando especificamente sobre o momento em que o árbitro parou o combate, no décimo round, McGregor mais uma vez deu suas impressões. Para o campeão do UFC não teve nada que justificasse o fim da luta naquele momento.

"Achei que foi uma paralisação precipitada. Como você pode parar a luta se não teve um knockdown ou nada antes? No round anterior eu quase fiz ele cair. Eu o machuquei no corpo no round anterior. Como você pode parar isso no primeiro sinal de bambear? Você deve deixar essas lutas continuarem", finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo