Topo

Esporte

Cris 'Cyborg' reclama de oferta salarial do UFC; entenda

Diego Ribas
Imagem: Diego Ribas

Ag. Fight

Ag. Fight

03/10/2017 20h29

Quando tudo levava a crer que Cris 'Cyborg' enfrentaria Holly Holm no card do UFC 219, evento programado para dezembro deste ano em Las Vegas (EUA), e que marcaria o final da temporada para o evento, a brasileira colocou um ponto de interrogação sobre o duelo. Porque ela, como campeã peso-pena (66 kg), receberia menos do que a desafiante?

Através de suas redes sociais, a brasileira desabafou e garantiu que sua reunião com o UFC, quando debateria detalhes para o acerto do confronto, foi adiada. Nas mensagens, Cris afirmou que o evento presidido por Dana White tentaria pagar menos do que ela havia recebido em sua conquista do cinturão.

"Minha reunião com o UFC da próxima semana foi cancelada. Eles querem me pagar menos para lutar com a Holly Holm do que eu fiz quando lutei com a Tonya Evinger", narrou.

Nos posts seguintes, Cris colou a descrição das bolsas pagas a atletas como Holly Holm, Amanda Nunes e Ronda Rousey. Enquanto Ronda chegou a receber 3 milhões de dólares e Holly 500 mil, a atual campeã dos galos (61 kg) levou para casa 200 mil, incluindo o bônus pela vitória (totalizando cerca de R$ 650 mil).

Caso o problema persista, o retorno de Cris ao octógono pode ser ameaçado. Com contratado estipulado por tempo até o final de outubro, a brasileira poderia, de acordo com suas declarações durante a semana que antecedeu sua última luta, se tornar uma free agent caso não chegasse a um acordo com o evento presidido por Dana White.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte