Topo

MMA

Oezdemir premete nocautear Cormier em menos de dois minutos

Sean M. Haffey/Getty Images
Volkan Oezdemir nocauteia Jimmy Manua em luta válida pelo card principal do UFC 214 Imagem: Sean M. Haffey/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

04/10/2017 11h10

 

Volkan Oezdemir vem surgindo como um emergente importante na categoria dos meio-pesados (93 kg). Sua boa sequência de três vitórias no maior torneio de MMA do mundo o colocaram na segunda colocação do ranking e fez abrir os olhos de Daniel Cormier, atual campeão da divisão, para a ascensão do suíço, o elegendo como seu próximo desafiante.

Apesar da vontade de DC, essa luta ainda não está oficializada. Mas isso não impede de o atleta de 28 anos sonhar alto com um triunfo diante do campeão. Em entrevista ao programa 'MMA Hour', Oezdemir fez uma previsão ousada para esse possível combate diante de Cormier: nocautear em menos de dois minutos.

"Não será a melhor situação para ele porque eu tenho poder de nocaute, isso é uma certeza. Espero que seu cérebro se recupere bem, porque vou trazer calor. Acho que em (nocauteio) nos dois primeiros minutos. Esse é o meu objetivo. Farei todos os meus treinos e então estarei apto a nocauteá-lo. Não tenho tempo para isso, não quero me machucar. Só quero nocauteá-lo muito rápido", afirmou o suíco.

De fato, não se pode negar que Oezdemir é um atleta com excelente poder de nocaute. Das suas 15 vitórias, 11 foram desta maneira - sendo que as duas últimas não passaram do primeiro minuto de luta. Acontece que do outro lado Cormier perdeu apenas duas vezes na carreira, e ambas para Jon Jones.

De qualquer forma, o suíço não esconde sua felicidade por ter sido o escolhido por Cormier para ser seu próximo desafiante, e espera ajudar a tornar essa luta real promovendo o confronto da melhor forma possível.

"Isso será algo muito grande. Estou muito orgulhoso. Cormier é um cara que respeito muito. O fato de ele ter me desafiado, ter feito uma enquete e os fãs me elegerem, isso é algo que significa ainda mais para mim. Os fãs me escolheram. Estou muito feliz com o que vem acontecendo agora. O ano de 2017 foi bom para mim e 2018 será ainda melhor. Vamos conversar em breve, mas agora estamos tentando promover essa luta. Essa luta com certeza acontecerá. Eu e o Cormier queremos, então, sim", concluiu.

Cormier havia perdido o cinturão dos meio-pesados para Jon Jones em julho deste ano. No entanto, com a suspensão de "Bones" por doping, o título voltou para as mãos de DC.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!