MMA

Após tragédia, americano promete "levar Vegas no ombro" para vencer no UFC

Steve Marcus/Getty Images
Evan Dunham comemora vitória sobre o Rodrigo Damn no UFC 182 Imagem: Steve Marcus/Getty Images

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

05/10/2017 06h00

Las Vegas vai aos poucos buscando retomar sua rotina após o ataque de madrugada para domingo que deixou 59 vítimas fatais em um festival de música country que ocorria na cidade. E o primeiro evento de grande porte que acontecerá na região será o UFC 216, marcado para este sábado (7) na T-Mobile Arena.

Um dos atletas que irá se apresentar no evento é Evan Dunham, que mesmo não tendo nascido na cidade, adotou Vegas para viver e sentiu demais o ocorrido. Em encontro com a imprensa nessa quarta, o americano que encara Beneil Dariush contou como ficou sabendo da tragédia.

"Estávamos pensando em sair naquela noite, eu e minha mulher. Eu não esperava estar lá, mas foi uma noite muito louca. Especialmente com as redes sociais hoje em dia. Eu primeiramente vi algo no Instagram ao invés de ver algo em algum site. É chocante e absolutamente insano. Eu moro em Vegas e posso olhar da minha janela e ver Mandabalay Bay. E foi o que eu fiz, eu olhei para lá e, claro, parecia normal por causa da distância. Mas saber o que estava acontecendo lá embaixo foi surreal", relembrou o peso-leve (70 kg).

Dunham não era amigo de nenhuma das 59 vítimas, mas relatou que havia conhecido uma delas exatamente uma semana antes do fatídico dia. O lutador destacou também o sentimento de maior aproximação que a tragédia acabou trazendo aos moradores de Vegas. O clima na cidade ainda está muito pesado.

"Todos que eu sou próximo estão bem. Mas uma pessoa que trabalhava com um grande amigo meu se foi. Na verdade, eu tinha conhecido ela uma semana antes, não o conhecia direito. Mas é muito triste de qualquer forma. Como disse antes, todos em Vegas foram afetados de alguma forma. Mesmo quem conhecia alguém que conhecia alguém. Nós somos uma comunidade pequena. As pessoas que moram aqui realmente são poucas. Por isso que foi tão forte. Vegas não é um lugar fácil para se viver e acho que isso nos uniu mais. Mas não é algo positivo de qualquer forma", ponderou.

Dunham admitiu que a tragédia fará com que seja um pouco mais complicado se concentrar exclusivamente na luta contra Dariush. Por outro lado, o americano busca forças nesse acontecimento para poder dar alegria a um povo que viveu momentos tão difíceis recentemente.

"Não sei (se a tragédia afetará a torcida). Tenho que esperar e ver. Mas estou realmente empolgado com essa luta. Vou lá e colocarei Vegas nos meus ombros para fazer um grande show para eles Meu objetivo é ir lá e conseguir essa vitória para a cidade", garantiu.

Evan Dunham vem de boa sequência de quatro vitórias e atualmente ocupa a 14ª colocação no ranking dos leves. Dariush, por sua vez, foi derrotado por Edson Barboza na última vez em que subiu no octógono, em março deste ano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo