Topo

MMA

Georges St-Pierre descarta interesse em luta contra McGregor

Chris Young/AP
Georges St-Pierre Imagem: Chris Young/AP

Ag. Fight

Ag. Fight

09/10/2017 11h42

 

Georges St-Pierre retornou da aposentaria e enfrentará Michael Bisping no UFC 217, evento que acontece no próximo dia 4 de novembro, em Nova York (EUA). O confronto terá em disputa o cinturão da divisão peso-médio (84 kg), mas, ao contrário do que sugerem os boatos que correm nos bastidores da organização, "GSP" descartou a possibilidade de desafiar o atual campeão dos leves (70 kg), Conor McGregor, após essa peleja.

Os rumores de um confronto entre o 'Notorious' e St-Pierre começaram no UFC 196 - que aconteceu em março de 2016, em Las Vegas (EUA) - quando o canadense foi assistir ao show. Em entrevista para o canal 'ESPN', o atleta explicou que tudo não passou de um mal-entendido, já que ele foi ao evento para uma reunião com a organização.

"Eu apareci na luta porque Lorenzo Fertitta me pediu para ir, na época o meu agente estava negociando com o UFC. Ele me queria lá. Não sei se ele tinha alguma coisa a mais na cabeça, mas eu só fui até lá por causa da reunião. Não tinha nenhum plano de desafiar Conor McGregor, nós não competimos na mesma divisão", esclareceu o lutador.

Antes de deixar os octógonos por alguns anos, St-Pierre competia pela divisão meio-médio (77 kg) e foi o campeão entre 2008 e 2013 - quando encerrou sua carreira temporariamente. McGregor também tem experiência nessa categoria, já que fez duas lutas antes de conquistar o cinturão dos leves. Contudo, o canadense afirmou que está focado no seu próximo desafio e que não pretende transitar entre as divisões.

"Tudo é possível, mas todo mundo está mirando em Conor McGregor por causa do dinheiro. Ele é rentável. Mas eu não desafio lutadores que competem em categorias mais baixas que eu. Eu simplesmente não faço isso. Eu vou lutar com Michael Bisping agora e estou focado nisso", garantiu o canadense.

St-Pierre estreou no UFC em janeiro de 2004 e se tornou o campeão da categoria meio-médio, pela primeira vez, em novembro de 2006. Apenas em abril de 2008 que o atleta voltou a possuir o título e o manteve até abandonar o torneio, em novembro de 2013.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!