MMA

Comissão pede exames para liberar dois brasileiros que lutaram no UFC 216

Diego Ribas
Imagem: Diego Ribas

Ag. Fight

10/10/2017 10h21

 

A Comissão Atlética de Nevada não aliviou para os participantes do UFC 216, ocorrido no último sábado (7) em Las Vegas (EUA). Simplesmente seis atletas foram suspensos por até seis meses por conta de problemas médicos após seus respectivos combates. Destes, dois são brasileiros.

De acordo com a informação recebida pelo site "MMA Fighting", Poliana Botelho e Thales Leites se juntaram a outros quatro atletas que terão que apresentar exames médicos caso queiram retornar ao octógono em menos de seis meses. A brasileira venceu Pearl Gonzalez por decisão unânime, enquanto que o peso-médio (84 kg) foi derrotado por Brad Tavares do mesmo jeito.

Roy Borg, que foi finalizado por Demetious Johnson, teve a mesma punição caso não apresente um atestado de um ortopedista para a situação do seu dedo direito.

Confira abaixo todas as suspensões médicas do UFC 216:

- Ray Borg: requer pedido de liberação do dedo direito por um ortopedistas ou sem lutar até 06/04/18 e sem contato luta até 07/11, sem contato até 29/10
- Evan Dunham: requer autorização de um oftalmologista na visão turva ou sem lutar até 06/04/18; minimamente suspenso até 07/12, sem contato até 22/11;
- Poliana Botelho: requer raio-x do cotovelo direito e do polegar direito para ser liberado pelo ortopedista ou sem lutar até 06/04/18, minimamente suspensa até 07/11, sem contato até 29/10;
- Matt Schnell: requer raio-x do polegar direito, se possível com liberação de um ortopedista ou sem lutar até 06/04/18
- Marco Beltran: requer raio-x do polegar esquerda e ser liberado por um ortopedista ou sem lutar até 06/04/18, minimamente suspenso até 07/11, sem lutar até 29/10;
- Thales Leites: requer possível fratura no orbital direito para ser liberado por um oftalmologista ou sem lutar até 06/04/18, com suspensão mínima ou sem lutar até 22/11, sem contato até dia 07/11;
- Lando Vannata: suspenso até 07/12, sem contato até 22/11;
- Tom Duquesnoy: suspenso até 22/11, sem contato até 07/11;
- Bobby Green: suspenso até 22/11, sem contato até 07/11;
- Magomed Bibulatov: suspenso até 22/11, sem contato até 07/11;
- Kevin Lee: suspenso até 07/11, sem contato até 29/10 por uma possível lesão na córnea do olho esquerdo;
- Cody Stamann: suspenso até 07/11, sem contato até 29/10;
- Peal Gonzalez: suspenso até 07/11, sem contato até 29/10;
- Mara Romero Borealla: deve repetir o raio-x na cabeça em seis meses, em 07/04/18.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Blog do Ohata
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Topo