Esporte

USADA atualiza lista de substâncias proibidas para atletas do UFC

Reprodução
Imagem: Reprodução

Ag. Fight

Ag. Fight

11/10/2017 16h02

As mudanças feitas pela WADA (agência mundial de controle antidoping) na lista de substâncias proibidas nas competições esportivas ao redor do mundo chegaram ao UFC. Nessa segunda-feira (9), a USADA (agência antidopagem parceira do Ultimate) notificou os lutadores da companhia a respeito das novas regras anunciadas no último dia 1º, de acordo com informações publicadas pelo site 'MMA Junkie'.

Segundo o portal americano, enquanto oito novas substâncias foram proibidas em diferentes categorias, o cannabidiol (CBD), um dos componentes da maconha, saiu da lista. Além disso, o uso de reposição intravenosa pelos atletas sofreu leve alteração na quantidade máxima permitida - de 50 mL para 100 mL.

Vale destacar que o ex-campeão BJ Penn foi suspenso do octógono por seis meses após usar reposição intravenosa em período fora de competição. Já o peso-leve (70 kg) Nate Diaz foi publicamente alertado pela USADA depois de usar uma caneta vaporizadora de CBD durante uma coletiva de imprensa do Ultimate.

Os lutadores do UFC terão um tempo de três meses para se acostumar com as novas regras. Após esse período, as mudanças se tornam oficiais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo