Esporte

Neiman Gracie revela inspiração em Royce para se tornar lutador

Divulgação/WSOF
Imagem: Divulgação/WSOF

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

13/10/2017 10h04

Lutador profissional de MMA desde 2013, Neiman Gracie está invicto na carreira e venceu todos os seis combates que disputou. Aos 28 anos de idade, o atleta teve uma longa jornada nas competições de jiu-jitsu, onde foi campeão Pan-Americano na faixa-roxa, antes de migrar para as artes marciais mistas - um sonho de criança, inspirado em ninguém menos que Royce Gracie.

Durante conversa com a reportagem da Ag. Fight, Neiman contou que desde antes da adolescência já queria ser um lutador profissional. De acordo com o atleta, o início vitorioso de Royce no UFC e a supremacia do jiu-jitsu em uma época onde as lutas eram quase duelos entre artes marciais diferentes, lhe deram a certeza do que queria para o resto da vida.

"Sempre tive o sonho de ser lutador profissional. Quando eu era criança, o Royce estava começando a fazer sucesso no UFC e foi a época que o jiu-jitsu estourou. Aquilo fez a minha cabeça, com certeza. Esse era um sonho de criança e tive que correr atrás para isso", revelou.

Membro da família mais famosa no mundo da luta, Neiman garantiu que não existe pressão alguma por parte das gerações mais velhas da família com os mais novos para que esses se tornem lutadores. Inclusive, segundo análise do próprio Gracie, a maioria dos seus familiares acabou se tornando professor.

"Não tem essa pressão, as pessoas pensam que você é obrigado a treinar, mas eu nunca tive que fazer nada por obrigação. Nós vemos o pessoal mais velho fazendo e queremos participar também. Tem o reconhecimento dos fãs do esporte e das pessoas na escola e isso acaba dando mais vontade de treinar jiu-jitsu e seguir pelo lado da arte marcial. Muitos se tornam lutadores, mas a maioria se torna faixa-preta e professor. Mas não tem pressão não", afirmou.

Escalado para encarar Javier Torres no Bellator 185, evento marcado para o próximo dia 20 de outubro em Uncasville (EUA), Neiman vai em busca da quinta vitória consecutiva na companhia. E o brasileiro já tem seus planos muito bem definidos para o futuro: lutar com mais frequência e tentar uma disputa de título.

"Quero lutar mais vezes por ano e ir atrás do cinturão. Acho que ano que vem, ou em um futuro próximo, uma disputa de título será muito bem-vinda. Pretendo ir até onde eu conseguir. O céu é o limite", finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo