MMA

Joanna rouba cena e deixa GSP e Bisping como coadjuvantes em treino aberto

Diego Ribas/Ag. Fight
Joanna Jedrzejczyk em treino aberto do UFC 217 Imagem: Diego Ribas/Ag. Fight

Diego Ribas, em Nova York (EUA)

Ag. Fight

01/11/2017 16h26

Os seis atletas que farão as três lutas válidas por cinturão do UFC 217 tiveram seu primeiro contato com o público de Nova York nessa quarta-feira (1º). Realizado no ginásio Madison Square Garden, o treino aberto para o importante evento de sábado teve como maior destaque a polonesa Joanna Jedrzejczyk que, mesmo não ocupando o posto de principal estrela, foi quem mais foi assediada pelos presentes.

Distribuindo simpatia, com discurso empolgado e quebrando protocolo para dar autógrafos à maior quantidade de pessoas possível, Joanna foi ovacionada pelos fãs que lotaram a pequena parte destinada a eles atrás de um dos garrafões do ginásio. A polonesa ainda pegou uma bola de basquete e fez uma cesta para delírio dos presentes. A campeã peso-palha (52 kg) defenderá seu título diante de Rose Namajunas e, se vencer, irá igualar o recorde de defesas de cinturão de Ronda Rousey, com seis.

"Eu nunca desisto e estou pronta, eu nasci pronta. Defenderei meu título, podem acreditar", garantiu a polonesa.

Entre os desafiantes, o mais esperado era Georges St-Pierre. Há quase quatro anos afastado do octógono, o canadense não teve a desenvoltura que muitos esperavam. Concentrado, o rival de Michael Bisping pouco treinou e fez apenas uma brincadeira com uma criança como demonstração para os fãs.

"Estou trabalhando duro para esse retorno depois de quase quatro anos. Nunca parei de treinar. Mas antes estava treinando por diversão, agora estou treinando para uma performance. Quero ir lá e me tornar campeão mundial novamente", disse o canadense que subirá de categoria para disputar o título dos médios.

O último a se apresentar foi o adversário de GSP. Michael Bisping foi um dos atletas que se apresentou de maneira mais rápida. O inglês realizou apenas poucos movimentos e aproveitou o momento para dizer que St-Pierre é previsível e que irá nocauteá-lo.

Mais cedo, outros integrantes do card foram entrevistados e realizaram encaradas para a imprensa.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo