Esporte

Dana White desiste de Jon Jones: "Não consegue se controlar"

Ag. Fight

Ag. Fight

02/11/2017 15h30

Depois da reincidência de Jon Jones em flagras em exames antidoping, Dana White parece ter desistido de ver o potencial do atleta. O teste feito em 'Bones' na semana do UFC 214 - evento que aconteceu em julho passado, na cidade de Anaheim (EUA) - deu positivo para o uso de esteroides e agora o americano aguarda sua audiência com a Comissão Atlética da Califórnia para descobrir qual será o seu futuro no esporte. E antes mesmo da definição do caso, o presidente da maior organização de MMA do mundo reiterou que a imaturidade do lutador, juntamente com a fama e o dinheiro, prejudicou o que poderia ser uma carreira promissória.

Em julho de 2016, Jones já havia enfrentado uma punição de um ano depois de ter falhado nos testes realizados pela USADA (agência americana de antidopagem). O atleta cumpriu a suspensão e foi escalado para disputar o cinturão contra Daniel Cormier logo na edição 214 do show. Contudo, a contraprova de um exame feito no dia anterior ao confronto confirmou a presença de turinabol - substância que melhora a performance - no organismo do atleta. Sobre o assunto, White pareceu não ter uma opinião definitiva, mas isso não o impediu de analisar a postura do ex-campeão.

"Eu não sei. Ele não é do tipo 'tudo pelo dinheiro'. Realmente não é esse tipo de pessoa. Eu apenas acho que Jon gosta de festas e gosta de sair, se divertir e fazer qualquer coisa que quiser. Então, eu acho que o dinheiro e a fama tornaram tudo mil vezes pior", opinou o presidente do UFC em entrevista ao programa ' The Jim Rome Show'.

"Esse cara não consegue se controlar e caiu em um poço sem fundo. Eu não vou sentar aqui e ser hipócrita, todos nós nos divertimos e festejamos um pouco demais em algum momento. A questão é que ele faz isso de novo e de novo. Mesmo quando ele f... tudo, ele se recuperou, voltou e f... tudo de novo. Mesmo na última vez, quando os fãs o perdoaram e ele era o lutador mais popular, todo mundo queria vê-lo ser bem-sucedido e fez de novo. É simplesmente inacreditável".

O ex-campeão da categoria meio-pesado (93 kg) enfrentou problemas com a Justiça nos últimos anos e escapou da possibilidade de ser preso em duas ocasiões. Além disso, em 2015, o lutador provocou um acidente e não prestou socorro e, por isso, ficou em liberdade condicional por 18 meses. Dessa forma, White considerou que se nenhuma dessas situações serviu para Jones tomar juízo, então o seu caso não tem conserto.

"Pior do que isso, ele estava pedindo para ir para a cadeia. O juiz deu a ele uma segunda chance, mas ele estava procurando fazer besteira e ir para a cadeia. Nem mesmo isso o acordou. Se isso não é um alerta, então você é inconsertável", argumentou o cartola.

A última vez em que o americano esteve no octógono foi quando deu positivo no exame de doping. Com o resultado, Jones foi destituído como o campeão dos meio-pesados e Daniel Cormier voltou a possuir o cinturão. O resultado da luta principal do UFC 214 passou a ser "sem resultado".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo