MMA

De "página virada", Joanna Jedrzejczyk promete retomar seu reinado

Diego Ribas/Ag. Fight
A lutadora Joanna Jedrzejczyk chora após perder luta no MMA no sábado (4) Imagem: Diego Ribas/Ag. Fight

Ag. Fight

13/11/2017 12h05

O cinturão da categoria peso-palha feminino (52 kg) pode ter ido para as mãos de Rose Namajunas após o UFC 217 - que aconteceu no último dia 4 de novembro, em Nova York (EUA) -, mas a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk determinou uma data para voltar a ser a rainha da divisão. A polonesa garantiu que voltará ao octógono em maio e que irá recuperar o título que, para ela, ainda lhe pertence.

Joanna perdeu o cinturão depois de ser nocauteada pela americana ainda no primeiro round. Mas a polonesa garantiu, em entrevista para o programa 'MMA Hour', que voltará ao ponto mais alto da categoria em breve e que seu retorno será ainda maior do que foi o seu reinado desde 2015, quando se tornou a campeã da divisão.

"Em maio eu serei campeã de novo. Marque minhas palavras. Eu volto em maio. Não me importa se a Rose ainda terá o cinturão ou não, eu voltarei em maio, pode escrever. Eu sou a melhor e, para mim, ainda sou a campeã. Isso é só outra parte do filme", prometeu a atleta.

"Ela pode levar o cinturão, mas eu sou a campeã. Eu vou voltar e vou voltar logo. Não vou chorar, quero falar com as pessoas sobre isso. Existe algo em mim, algo no meu corpo, que ninguém mais tem. Eu acredito que, por tudo que eu fiz pelo Dana e pelo UFC, eu mereço uma revanche. Vamos ver. Encontrei com o Dana na minha saída da coletiva de imprensa. Ele me abraçou, eu queria sair daquilo, mas ele dizia: 'Por favor, pare, eu amo você, nós amamos você e nada mudou. Amamos você ainda mais depois disso e eu seu retorno vai ser maior que tudo isso'. Eu virei a página e, para mim, o meu retorno vai ser maior que todos esses recordes", completou.

A polonesa se tornou a campeã da divisão quando nocauteou Carla Esparza, em março de 2015. Depois dessa conquista, Joanna defendeu o seu título em cinco oportunidades, quando foi bem-sucedida em todas. A derrota para Rose Namajunas não só colocou um fim a sua soberania na categoria, mas também marcou a primeira vez que a ex-campeã perdeu em toda a sua carreira.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Ag. Fight
Redação
Topo