Esporte

Bisping conta que ficou "mentalmente assustado" após derrota para St-Pierre

Matthew Childs/Action Images
Michael Bisping é o campeão dos pesos-médios do UFC Imagem: Matthew Childs/Action Images

Ag. Fight

Ag. Fight

17/11/2017 16h23

Depois da sua derrota para Georges St-Pierre no UFC 217 - evento que aconteceu no último dia 4 de novembro, em Nova York (EUA) -, Michael Bisping mostrou que era um bom perdedor e que tinha aceitado o resultado do confronto. Contudo, algumas semanas depois do show e às vésperas do seu retorno ao octógono, o inglês revelou que ficou "mentalmente arrasado" quando perdeu o cinturão dos médios (84 kg).

O ex-campeão contou, em entrevista ao programa 'MMA Hour', que depois da sua derrota recebeu uma ligação de um representante do UFC para saber do seu estado físico e mental. Apesar de ter perdido o confronto, Bisping garantiu estar bem, mas pediu por uma nova luta assim que possível para que pudesse virar a página.

"Eu recebi uma ligação do departamento legal e eles disseram: 'Mike, precisamos saber como você está mental e fisicamente, como você se sente?' Eu respondi que fisicamente eu estou bem, mas mentalmente estou ferido. A única coisa que poderia deixar tudo bem seria eu lutar de novo. Estou emocional e mentalmente assustado, mas fisicamente estou bem", revelou o lutador.

Quando soube que Anderson Silva havia sido retirado do card em Xangai (China), no evento que acontecerá no próximo dia 25, após ser testado positivo em um exame antidoping surpresa da USADA (agência de antidopagem americana), Bisping viu a sua oportunidade para acabar com o 'fantasma de St-Pierre' que o persegue desde a edição 217 do show. O inglês contou que imediatamente mandou uma mensagem para o presidente do UFC e eles fecharam o contrato para a substituição na luta principal da noite.

"Eu mandei uma mensagem para o Dana, escrevi: 'Olha, eu conheço um cara que lutou na semana passada e não tem nenhum machucado e pode lutar em Xangai'. Ele me escreveu de volta: 'Interessante'. Vinte minutos depois eu recebi uma ligação, concordamos e fechamos o contrato. O fato é que ter perdido aquela luta me chateou. Eu sei que se eu lutasse aquela luta dez vezes, ganharia dez vezes. Eu sei que sim, mas perdi para o Georges e aqui estamos nós com esse presente dos deuses. Eu tenho uma chance de exorcizar os meus demônios, a chance de voltar para a coluna dos campeões", explicou o ex-campeão.

Bisping voltará ao octógono apenas três semanas depois de ter perdido o cinturão em Nova York. O inglês enfrentará Kelvin Gastelum na luta principal do evento na China. Essa será a 39ª da carreira do ex-campeão dos médios como profissional de MMA.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo