Esporte

Masvidal minimiza polêmicas envolvendo o amigo Colby Convington: "Ele é maluco"

Ag. Fight

Ag. Fight

18/11/2017 10h00

Desde a sua passagem pelo Brasil para disputar o UFC São Paulo, Colby Covington tem atraído a atenção para o seu nome, porém pelas razões mais polêmicas. Recentemente, o americano xingou Jon Jones nas redes sociais e relembrou seus problemas com o doping e, em sua confusão mais recente, o 'Caos' tirou Fabrício Werdum do sério na porta de um hotel na Austrália. No entanto, para um grande amigo do lutador, não importa o que digam, no fim das contas o atleta sempre vai fazer o que lhe der na cabeça.

Peso-leve (70 kg) do UFC, Jorge Masvidal é companheiro de treinos e amigo de Covington e, por isso, é familiarizado com o comportamento do atleta. Em entrevista ao site 'MMA Junkie', 'Gamebred' afirmou que o algoz de Demian Maia é "maluco" e que não o aconselha sobre o que fazer nessas situações polêmicas.

"Colby é Colby. Esse é o meu parceiro. Ele faz o que ele quer. Ele não vai me ouvir. Ele é maluco. Ele está em uma vibe diferente. Ele tem planos diferentes. Eu não lhe digo o que fazer nesse tipo de situação. Ele vai me ouvir, mas no final, o cara é maluco. Ele vai fazer o que quer que ele queira", explicou o amigo de Covington.

Apesar de não querer atrair notícias negativas para si, Masvidal esteve envolvido em uma situação parecida em Nova York (EUA), às vésperas do UFC 217. O atleta precisou ser separado de Michael Bisping, em duas ocasiões, por funcionários do hotel, para que os lutadores não chegassem se envolvessem em uma briga física.

"É loucura, porque eu não quero começar uma mídia negativa para o meu esporte e companheiros. Então, de certa maneira, eu estou feliz que não estava lá. Não quero fazer parte do caos. Eu não vou fugir disso. Se tiver uma luta e alguém estiver me escolhendo para participar, eu vou amar entrar. Então, f***. Eu não quero me meter em confusão. Eu não quero ter essa mídia negativa extra sobre mim", comentou 'Gamebred'.

A última luta de Masvidal foi na edição 217 do maior evento de MMA do mundo, no último dia 4 de novembro, quando perdeu para Stephen Thompson por decisão unânime dos juízes laterais e acumulou sua segunda derrota consecutiva. Isso porque, antes disso, o atleta foi derrotado por Demian Maia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo