Topo

MMA

Werdum diz ter razão em briga com Colby e critica atitude de rival

Mark Kolbe/Getty Images
Imagem: Mark Kolbe/Getty Images

Ag. Fight

19/11/2017 06h04

 

Após uma semana conturbada, Fabrício Werdum deixará a cidade de Sydney, na Austrália, aliviado. Isso porque o ex-campeão dos pesados venceu Marcin Tybura na luta principal do evento realizado lá na madrugada de domingo (pelo horário de Brasília) e voltou a sonhar com o cinturão do Ultimate. Mas o brasileiro deve ter que retornar a terras australianas muito antes do que esperava. E para se entender com a justiça.

Dias antes do UFC Austrália, Werdum se envolveu em uma confusão com o atleta meio-médio (77 kg) Colby Covington no hotel onde os lutadores estavam hospedados e acabou o atingindo com um bumerangue. Em razão disso, a polícia local foi acionada pelo americano e a justiça determinou que o brasileiro compareça ao tribunal no dia 13 de dezembro para maiores esclarecimentos. Mas o gaúcho parece estar tentando tirar o lado bom de toda essa história e até planeja levar a sua família para conhecer o país da Oceania. Ao menos foi o que o próprio atleta afirmou ao ser perguntado sobre o caso na coletiva de imprensa após o evento.

"Eu não estou sabendo disso. Eu tenho uma corte? Brincadeira. Eu sei que eu tenho (risos). Sabe, eu não acredito nisso, cara. Não sabia que o Colby estaria na Austrália. Nunca havia visto ele. Como um lutador vai até os policiais por causa disso? Isso não é nada. Eu não quero dizer a palavra, mas ele é uma p***. Já que eu vou vir para a Austrália, vou trazer a minha família com certeza. Ficarei uma semana aqui com certeza. Vou explicar tudo para o tribunal e é isso. Eu sei que eu tenho razão, sei que estou certo", afirmou o brasileiro antes de dizer que adorou conhecer a Austrália.

Werdum saiu vencedor após cinco rounds bastante equilibrados diante do polonês. Tybura, que não é tão famoso quanto o brasileiro, aguentou as investidas do ex-campeão e ainda deu sufoco no fim do quinto assalto. Mas nada que tirasse o sono do gaúcho.

"Eu esperava por isso antes. Eu vi a luta dele contra o Arlovski e outros caras. Por isso que eu digo que a paciência é muito importante. Eu quero vencer a luta de forma rápida, mas é difícil. Ele tem muitos bons chutes altos. Eu estou machucado aqui  Até perguntei para ele por que ele me chutou tanto no ouvido. Ele sorriu bastante", enalteceu o sempre bem-humorado Werdum.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!