Esporte

Nurmagomedov cobra rigidez do UFC para "tornar McGregor humilde"

Ag. Fight

Ag. Fight

22/11/2017 17h10

Conor McGregor fez o seu retorno ao MMA, mas não da maneira que os seus fãs esperavam. O atual campeão dos leves (70 kg) no UFC invadiu o cage do Bellator 187 - no último dia 10 de novembro, em Dublin (Irlanda) - para comemorar a vitória do seu amigo que lutava no evento, Charlie Ward. No entanto, na ocasião ele acabou discutindo e empurrando o árbitro do confronto, cenário que lhe garantiu diversas críticas e uma inusitada defesa, mesmo que parcial.

Atual número dois do ranking oficial do evento, Khabib Nurmagomedov garantiu que entendeu a atitude do 'Notorious' porque já reagiu da mesma maneira em vitórias dos seus amigos. Contudo, o russo ressaltou, em entrevista ao podcast 'Talk and Talker', que quando a invasão ao cage deixa de ser para comemorar e passa a ser agressiva ela se torna inaceitável.

"Meu grande amigo lutou em uma grande organização na Europa na categoria de 57 kg. Quando ele ganhou, eu fiz a mesma m***. Eu entrei e o abracei, porque eu estava muito feliz. Muitas pessoas entraram no cage, meus amigos, companheiros de time, porque estávamos felizes. Mas o árbitro me disse: 'Vocês precisam sair'. Eu não tentei lutar com ele, porque ele é um árbitro, não é um lutador. Eu preciso respeitar as regras", defendeu o atleta.

"Se você se exalta uma vez, tudo bem. Mas se você percebe que o cara não quer brigar com você, por que você vai tentar de novo? Essa eu não entendo. Quando você entra no cage, você está muito feliz com a vitória do seu amigo, mas tentar lutar com um juiz, isso não é bom".

O russo ainda argumentou que o UFC não pode deixar as atitudes do atual campeão impunes para não incentivar outras pessoas que queiram fazer o mesmo. Para Khabib, a maior organização de MMA do mundo precisa humilhar o irlandês para que isso não volte a acontecer em outros eventos.

"Tudo bem você entrar uma vez. Mas ele faz isso o tempo todo. Na final do The Ultimate Fighter, no Bellator. Eu não entendo porque ele pode fazer isso e outros caras não. É só porque ele é o Conor McGregor? Ele não pode fazer isso. O UFC precisa tornar ele humilde um pouco. Porque você precisa seguir as regras, mesmo que seja um nome famoso. As pessoas estão te assistindo. Quando você invade o ringue, tudo bem, mas quando você tenta enfrentar o árbitro não é mais aceitável", opinou o lutador.

O peso-leve se prepara para voltar ao octógono contra o brasileiro Edson Barboza no último evento do ano, a edição 219 do show, em Las Vegas (EUA). Contratado pelo UFC desde 2012, Khabib nunca foi derrotado como profissional.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo