Topo

MMA

BJ Penn admite falta de "fogo", mas nega aposentadoria do MMA

Mark Kolbe/Getty Images
BJ Penn sofreu para voltar ao UFC Imagem: Mark Kolbe/Getty Images

Ag. Fight

23/11/2017 12h53

Um dos maiores nomes do MMA internacional, BJ Penn é um daqueles atletas que nunca podemos bater o martelo e oficializar a sua aposentadoria. Aos 37 anos, o havaiano já afirmou algumas vezes que não lutaria mais, porém sempre acabou voltando atrás. Talvez por isso que o ex-campeão dos leves (70 kg) e dos meio-médios (77 kg) do Ultimate tenha desistido de sacramentar o fim de sua carreira.

Falando em conversa com a BJ Penn Radio, o havaiano foi questionado se os fãs de MMA ainda poderiam o assistir em um octógono. Com muita sinceridade, Penn deixou claro que um retorno não faz parte dos seus planos a curto prazo, mas também deixou as portas abertas para uma possível nova apresentação.

"Eu estou apenas curtindo, relaxando. Não venho treinando ou algo do tipo. Não sei. Não sinto aquele fogo para competir agora. Não quero assustar ninguém e dizer: 'Sim, eu vou lutar novamente', ou qualquer coisa. Se eu estivesse nocauteando caras na academia o tempo todo, isso talvez me fizesse pensar sobre. Mas vou voltar a treinar por diversão e apenas curtir. Apenas levar numa boa e curtir eu mesmo . Há pessoas nos 40, um ou dois anos mais velhas do que eu ou até mais que continuam (competindo)", refletiu.

A última vez que BJ Penn lutou foi em junho deste ano, quando perdeu por decisão majoritária para Dennis Siver. O resultado fez com que o ex-campeão chegasse ao seu quinto revés seguido dentro do maior torneio de MMA do mundo. E talvez seja esse retrospecto negativo recente que incomode o havaiano na hora de definitivamente pendurar as luvas. Portanto, ver BJ Penn em ação em 2018 pode não ser algo tão fora da realidade.

"Vou levar isso dia após dia e continuar criando as minhas crianças. Vamos ver. Eu vou estar treinando, mas vamos ver. Nunca sabemos o que pode acontecer no ano que vem. Não estou dizendo que eu vou lutar ou qualquer coisa, mas quem sabe o que pode acontecer".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!