Topo

MMA

Ex-campeão critica situação atual do UFC: "Muito comercial"

John Gichigi/Getty Images
Matt Hughes é ex-campeão e membro do Hall da Fama do UFC Imagem: John Gichigi/Getty Images

Ag. Fight

23/11/2017 08h00

No início dos anos 2000, quando o UFC passou a crescer cada vez mais e tomar o espaço antes controlado pelo antigo Pride, alguns dos principais nomes da história do torneio marcaram época. E um deles atende pela alcunha de Matt Hughes, ex-campeão dos meio-médios (77 kg) do agora maior torneio de MMA do mundo.

Aos 44 anos, o americano não luta desde 2011. Saudades? Ao que tudo indica, não é bem esse o sentimento do ex-campeão. Em entrevista a Joe Buck, Hughes deixou claro o seu tom saudosista ao afirmar que acredita ter atuado pelo UFC na melhor fase do torneio.

"Fico muito feliz de que o tempo tenha funcionado para mim quando eu lutei. Eu realmente acho que eu lutei nos Era dourada. Era o período em que as pessoas se reuniam para assistir o UFC", afirmou o americano.

A principal crítica do ex-campeão é com relação à grande quantidade de eventos sendo realizados atualmente. Ao que tudo indica, Hughes acredita que o grande número de lutas seja com a finalidade única e exclusivamente de obter lucro.

"Acho que está muito comercial. Eles têm lutas muito próximas, toda semana um dos três canais estão transmitindo. Acho que é muito comercial", concluiu.

Matt Hughes encerrou a carreira com um cartel de 45 vitórias e nove derrotas. O americano derrotou nomes consagrados do MMA como BJ Penn, Royce Gracie e Matt Serra. No meio do ano, ele se envolveu em um acidente automobilístico nos Estados Unidos e ficou entre a vida e a morte, mas se recuperou de maneira surpreendente.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!