Esporte

Joanna Jedrzejczyk minimiza derrota por "acidente" no UFC 217

Ag. Fight

Ag. Fight

24/11/2017 13h33

Mesmo depois da sua derrota para Rose Namajunas no UFC 217 - evento que aconteceu no último dia 4 de novembro, em Nova York (EUA) -, Joanna Jedrzejczyk ainda não está pronta para abandonar a ideia de ser a campeã da divisão peso-palha (52 kg) feminino. Com o fim do seu reinado na categoria, a polonesa garantiu que pretende recuperar o seu posto e que vai "voltar ainda mais forte".

Apesar de ter sido nocauteada ainda no primeiro round pela americana, Joanna afirmou que não considera o resultado um erro da sua estratégia ou de sua postura adotada no octógono. Durante uma entrevista coletiva para o UFC Xangai, que acontecerá neste sábado (25), na China, a ex-campeã revelou que, para ela, a derrota não passou de um acidente.

"Erros acontecem com todo mundo. Mas não foi um erro, foi um acidente. Eu não vou culpar ninguém, porque tenho classe. Eu sou uma atleta profissional. Por favor, não digam nada sobre os meus treinadores ou a minha equipe. Nos preparamos para essa luta, eu deveria ter feito de uma maneira. Eu respeito a Rose Namajunas. Ela venceu em grande estilo mas as coisas são, como eu disse, um acidente. Sei como aconteceu, analisei a luta e sei o que aconteceu. Vou voltar mais forte do que nunca", opinou a polonesa.

A preparação para o evento de número 217 foi recheada de provocações por parte da ex-campeã, que usou todas as suas oportunidades para atacar Namajunas. Por isso, Joanna deu um recado destinado aos seus críticos que a chamaram de presunçosa e explicou que a sua atuação no show não apagou toda a sua carreira.

"As pessoas que estão dizendo que eu sou convencida e arrogante porque eu perdi. Eu quero falar que vou ser ainda mais convencida. E vou ser ainda mais arrogante. E vou falar ainda mais alto, porque sei o meu valor. Eu sou maior do que a noite do UFC 217", garantiu a atleta.

Joanna conquistou o cinturão da sua categoria em 2015 e esteve no octógono para defender o seu posto de campeã com sucesso em seis oportunidades, mesmo recorde mantido por Ronda Rousey. A derrota para Namajunas não só terminou com o seu reinado, mas manchou o seu cartel, que era invicto até então.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo