Topo

MMA

Ronda não volta ao UFC, ao menos no que depender de Dana White; entenda

Christian Petersen/Getty Images
Ronda Rousey deixa a T-Mobile Arena após derrota para Amanda Nunes no UFC 207 Imagem: Christian Petersen/Getty Images

Ag. Fight

29/11/2017 13h56

Ronda Rousey fez sua última luta no octógono em dezembro de 2016, quando foi nocauteada pela brasileira Amanda Nunes ainda no primeiro round. Depois disso, a atleta casou-se e deixou incerto o seu futuro no MMA. Mas se a ex-campeã for levar em consideração a opinião do presidente do UFC sobre a sua carreira, ela não voltará a ser vista no cage.

Durante uma conversa com jornalistas em Las Vegas (EUA), Dana White foi questionado sobre o futuro de Rousey na maior organização de artes marciais mistas do mundo, e o cartola garantiu que não quer que a americana volte ao cage. Apesar de não lutar há quase um ano e não ter sido cotada para nenhum confronto, a ex-campeã não se aposentou oficialmente, por isso, o presidente do UFC garantiu que a americana continua sendo testada pela USADA (agência de antidopagem americana).

"Eu não gostaria de ver isso . Não iria querer que isso acontecesse. Me importo com ela. Ela ganhou dinheiro suficiente e tudo mais. Não quero ver isso acontecer. Ela não se aposentou. A USADA ainda aparece na casa dela e a testa. Ela se recusa a se aposentar. Ela não está pronta para parar, para tornar oficial, seja qual for a razão. Ela tem essa vida pessoal incrível agora, está muito feliz, então por que voltar? Apenas anuncie a sua aposentadoria e a USADA para", opinou o cartola.

Rousey era invicta até encarar Holly Holm em sua sétima defesa de cinturão consecutiva, em 2015, quando acabou nocauteada. Depois disso, a americana teve uma nova chance de conquistar o cinturão, mas terminou beijando a lona mais uma vez, agora contra Amanda Nunes, que segue como a atual campeã da categoria.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!