Topo

Esporte


UFC garante que Oezdemir disputará cinturão mesmo com processo judicial

Ag. Fight

29/11/2017 13h13

Volkan Oezdemir estava quase confirmado para enfrentar Daniel Cormier na disputa pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg), mas um problema com a polícia atrapalhou os seus planos. Depois de ser acusado por agressão em um bar na Flórida (EUA), o suíço chegou a ser detido pelas autoridades locais. Mesmo com o processo ainda em curso, Dana White assegurou que o atleta invicto no UFC ainda terá a sua oportunidade contra o atual campeão.

No último dia 17 de novembro, o suíço foi preso depois de ser acusado de nocautear um homem durante uma briga em um bar, em agosto passado. O lutador pagou a fiança de 10 mil dólares (aproximadamente R$ 33 mil) e irá responder o processo em liberdade. De acordo com a defesa de Oezdemir, toda a confusão não passou de um mal-entendido e o atleta não é o agressor. Contudo, sem prolongar muito o tema, o presidente do UFC garantiu, em conversa com jornalistas em Las Vegas (EUA), que apesar de tudo "ele ainda vai lutar".

O duelo com Cormier valerá o cinturão da categoria, já que o americano voltou a possuir o título depois de Jon Jones ter sido testado positivo no doping. O suíço possui um cartel praticamente impecável, com apenas uma derrota. Em suas 15 vitórias, como profissional de MMA, Oezdemir venceu em 11 confrontos ao nocautear os seus adversários.

Mais Esporte