Topo

MMA

José Aldo revela desejo de quebrar recorde e mira trilogia com Max Holloway

Buda Mendes/Getty Images
José Aldo enfrentará Max Holloway neste fim de semana Imagem: Buda Mendes/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

30/11/2017 14h07

 

José Aldo terá a oportunidade de escrever o seu nome na história do MMA mais uma vez. Caso vença Max Holloway no UFC 218 - evento que acontecerá neste sábado (2), em Detroit -, o brasileiro conquistará o cinturão dos pesos-penas (66 kg) pela terceira vez em sua carreira e se igualará a Randy Couture, único lutador que conquistou anotou tal feito em uma mesma divisão.

Aos 31 anos, o brasileiro mantém o seu foco na vitória para, então, recuperar o seu posto como campeão da categoria que dominou por dez anos. Em conversa com os jornalistas após o treino aberto na última quarta-feira, Aldo garantiu que a sua maior motivação para o seu segundo encontro com Holloway está na possibilidade de consagrar mais um recorde em sua carreira.

"Eu estou em busca de cravar o meu nome na história, então é isso que me motiva ainda mais, estar atrás desse título. E o que eu quero é não só perder mais ele, mas também me aposentar sendo o campeão", prometeu o lutador, em relato ao site MMA Junkie.

Este será o segundo encontro entre os atletas. Em junho passado, Aldo esteve frente a frente com o americano no octógono para unificar o cinturão da categoria, mas acabou nocauteado no terceiro round. O brasileiro explicou que aprendeu com os seus erros e revelou que mira uma trilogia com Holloway no futuro.

"Eu vinha dominando a luta, tentei mudar um pouco a estratégia e não fui feliz. Ele teve a oportunidade dele e venceu a luta. Mas a gente já aprendeu com os erros para que isso não se repita. Uma trilogia é provável. Tem que ver da maneira que vai ser a luta, estou bem focado, sabendo que eu vou vencer. Estou visualizando a vitória, mas aí vou deixar na mão do Dana , que vai decidir qual será o futuro. Porque eu vou tacar um pouco de lenha nesse fogo, então pode sim, no futuro, ter essa terceira luta", revelou o brasileiro.

No UFC desde 2011, Aldo só foi derrotado apenas por Conor McGregor e Max Holloway na maior organização de MMA do mundo, perdendo o cinturão em ambos os confrontos. Antes do seu primeiro resultado negativo no octógono, o ex-campeão havia sido bem-sucedido em sete defesas de título.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!