MMA

Colby Covington acusa campeão do UFC de fugir de luta: "Ele é uma piada"

Leandro Bernardes/Framephoto
Colby Covington provoca torcida após vencer Damian Maia Imagem: Leandro Bernardes/Framephoto

Ag. Fight

02/12/2017 08h00

Em novo capítulo da série de polêmicas e provocações protagonizadas por Colby Covington, o falastrão acusou o campeão dos meio-médios (77 kg) Tyron Woodley de se recusar a enfrentá-lo, em duelo que de acordo com seu discurso teria sido oferecido pelo UFC. Desta forma, o americano se adiantou a pedir por uma chance de encarar o vencedor do confronto entre Rafael dos Anjos e Robbie Lawler.

Provocador, Colby prometeu que disputará o cinturão ainda no começo de 2018, independentemente de quem seja o seu adversário. Para isso, no entanto, o UFC teria que criar um título interino ou retirar Woodley de seu posto, cenário que não vai de encontro às recentes declarações do presidente do show.

"Ele não está aqui para fazer a divisão grande de novo, como eu, mas tudo bem, porque eu estou atrás de coisas maiores. RDA e Lawler vão lutar e ele vai se aposentar. Eu vou colocá-lo na lista de aposentadoria, ao lado do Demian Maia. E vou conseguir os meus dez pounds de ouro em volta da minha cintura. Primeiro trimestre de 2018, não me importa se será o Woodley, ou o Lawler, ou o RDA. Uma coisa que eu prometo é que eu serei o campeão dos meio-médios", afirmou durante vídeo postado em suas redes sociais.

Por sinal, ele não perdeu a chance de usar o discurso de Dana White para ridicularizar Woodley. Afinal, enquanto o lutador pedia por uma chance de enfrentar o peso-leve (70 kg) Nate Diaz, o cartola negou publicamente e garantiu que a disputa jamais chegou a fazer parte de seus planos na organização.

"Ora, ora. O que eu falei para vocês idiotas há duas semanas? Eu disse que o Tyron Woodley estava procurando por uma luta com um peso-leve em atividade, que nem era uma possibilidade. Eu disse que o UFC ofereceria a Tyron Woodley um confronto comigo, o verdadeiro rei dos meio-médios, mas que ele recusaria. E foi exatamente isso que aconteceu, ele alega uma falsa lesão no ombro. Ele está no TMZ fofocando sobre as Kardashians, ele é uma piada", ridicularizou.

Após três defesas de cinturão, Woodley passou a pedir sistematicamente por duelos que possam vender mais pay-per-views. Entre seus alvos está até mesmo o campeão dos médios (84 kg) Georges St-Pierre, que retornou ao octógono com vitória após cerca de quatro anos de inatividade.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo