MMA

Após nocautear Aldo, Holloway pede por evento "Havaí x Resto do Mundo"

Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Max Holloway e José Aldo trocam golpes no UFC 218 Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

04/12/2017 08h00

Max Holloway repetiu o feito realizado em junho e nocauteou José Aldo no terceiro round do UFC 218 - evento que aconteceu nesse sábado (2), em Detroit (EUA). Com a sua primeira defesa de cinturão bem-sucedida, o americano agora mira a realização de um evento em sua terra natal: Havaí. Com lutadores conterrâneos de sobra na maior organização de MMA do mundo, o campeão dos penas (66 kg) propôs um duelo entre o seu estado e o "resto do mundo".

Yancy Medeiros é um dos atletas havaianos que fazem parte do plantel do UFC e que também esteve no card preliminar desse sábado. Sua vitória por nocaute contra Alex 'Cowboy' rendeu ao atleta um dos prêmios bônus do evento, como 'Luta da Noite', o que motivou que o Holloway sugerisse sua entrada no ranking oficial da organização. Além disso, empolgado com essa atuação, o campeão dos penas ressaltou a qualidade dos atletas para um hipotético evento no Havaí.

"Eu estava no hotel quando ele estava lutando e eu estava pirando. Nós lutadores sabemos como é lá dentro, nós sabemos como é controlar. E quando você assiste a um dos seus melhores amigos, quer dizer, nós nos conhecemos há muito tempo, fizemos camp juntos, treinamos juntos, e então você vê aqueles altos e baixos e você não pode fazer nada", narrou o campeão.

"Você se sente impotente. Foi uma montanha-russa emocional. Ele cumpriu o seu trabalho e estou muito feliz pelos seus 50 mil dólares, queria que fossem meus. Mas parabéns para ele. Tem essa coisa do ranking, se você bate um cara ranqueado, então você deve entrar no ranking. Não brinquem com o meu amigo, coloquem ele no ranking. E vamos fazer um UFC Havaí contra o resto do mundo. Nós temos uns 10 ou 15 lutadores havaianos".

A possibilidade de uma edição no Havaí parece agradar a Dana White, que flerta com a ideia há alguns anos. Holloway revelou que já conversou com o presidente do UFC sobre o assunto e, por isso, está confiante que o evento 'Havaí x Resto do Mundo' está no caminho certo para ser produzido.

"Eu vi o Dana e conversamos sobre isso. Acho que temos tudo para isso acontecer, temos um campeão e vamos ter um cara ranqueado. Temos todos esses lutadores de todos os tipos, temos caras contratados. Acho que temos uns 9 ou 10 caras, 9 ou 10 caras do Havaí, do estado do Havaí. Caras que estão com sede de lutar, então vamos fazer um UFC Havaí, Havaí contra o mundo. Todo mundo pode entrar, com a participação de Max Holloway", assegurou o americano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Na Grade do MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo