Topo

Esporte

Georges St-Pierre coloca em dúvida seu retorno aos pesos-médios do UFC

Ag. Fight

Ag. Fight

06/12/2017 21h23

Como era especulado antes mesmo de seu retorno ao octógono do UFC, Georges St-Pierre pode ter feito uma apresentação única na divisão dos pesos-médios (84 kg). Isso porque, após finalizar o inglês Michael Bisping e garantir o cinturão do evento, o canadense parece disposto a descer de categoria.

Curiosamente, antes da luta que liderou o card do UFC Nova York, GSP afirmou que seu contrato previa que, em caso de vitória, ele deveria defender seu cinturão obrigatoriamente. Discurso este que não parece ser levado à risca atualmente, como o próprio atleta revelou ao canal canadense 'TSN'.

"Vamos falar sore isso, mas não tenho certeza que se eu competir de novo eu vou voltar aos 84 kg. Eu acho que não. Claro, em termos de peso, se eu for competir em 84 kg, eu vou ter que comer, como eu fiz. Eu aprendi com meus erros, não acho que é uma coisa boa para se fazer, me forçar a comer para ganhar massa muscular", narrou.

O discurso do campeão foi feito pouco depois dele oficializar que enfrenta um problema de saúde. Em tratamento para se livrar da úlcera de cólon que deve lhe tirar de ação por alguns meses, GSP parece disposto a reduzir sua massa muscular e, consequentemente, voltar aos meio-médios (77 kg).

"Sempre fui contra o uso de drogas para aumento de performance, e fiz tudo isso de forma natural. Não existe caminho fácil. Fiz isso da forma difícil e foi para ganhar e manter massa muscular. Foi bem difícil e nada saudável. Acho que o corpo tem um peso natural que pode performar da maneira mais atlética e, para mim, é o peso em que estou agora", finalizou.

Antes de enfrenar Michael Bisping, GSP reinou entre os meio-médios por anos e atingiu a marca de nove defesas de cinturão seguidas. Ao vencer o rival inglês após quase quatro anos parado, o canadense se tornou o quarto atleta a afivelar títulos em diferentes categorias de peso. Antes dele, Randy Couture, BJ Penn e Conor McGregor cravaram seus nomes na história.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte