Esporte

Deu ruim! Brasileiros têm retrospecto negativo no card preliminar do UFC Fresno

Ag. Fight

Ag. Fight

09/12/2017 23h04

O Brasil começou com o pé esquerdo a sua participação no UFC Fight Night 123, disputado neste sábado (9), em Fresno (EUA). Dos três atletas nacionais que fizeram parte do card preliminar do evento, apenas Davi Ramos deixou o octógono com o braço erguido, enquanto Iuri 'Marajó' e Antônio Braga Neto amargaram resultados negativos em suas carreiras.

Em um duelo cercado por vaias e falta de ação, Iuri Marajó foi irreconhecivelmente pouco agressivo durante os três rounds de confronto diante de Alejandro Pérez. Tido como um dos atletas mais perigosos da divisão dos galos (61 kg), o brasileiro não achou a distância e foi inofensivo diante do mexicano, sendo superado por decisão unânime dos juízes laterais.

Foi a segunda derrota seguida de Marajó dentro do Ultimate. Aos 37 anos, o brasileiro vive o seu pior momento na carreira, já que nunca havia acumulado duas derrotas em seguida.

Primeira vitória

Fazendo apenas a sua segunda luta no UFC, Davi Ramos conquistou a sua primeira vitória no octógono ao finalizar Chris Gruetzemacher no terceiro round do evento. Voltando para a divisão dos leves (70 kg), o carioca encaixou um mata-leão e conquistou o seu sétimo triunfo na carreira.

O primeiro round foi todo do brasileiro. Colocando a luta para baixo, Ramos dominou mais da metade do assalto. No entanto, o gás do carioca parece ter falhado a partir dali. Gruetzemacher se sentiu bem mais à vontade nos cinco minutos seguintes e chegou a ameaçar o brasuca, mas foi no terceiro round que tudo foi definido.

Usando muito bem o seu jiu-jitsu, Davi Ramos teve facilidade em colocar para baixo e ajustar o mata-leão no último assalto. Foi uma recuperação para o brasileiro que estreou no Ultimate sendo chamado do dia para noite para encarar Serginho Moraes no UFC Fortaleza, em março.

Mais de três anos

A última vez que Antônio Braga Neto subiu no octógono do UFC para uma luta oficial foi em junho de 2014. Lidando com lesões e uma série de problemas, o brasileiro finalmente retornou ao octógono diante de Trevin Giles, mas não teve um grande resultado.

Depois de um primeiro round animador, onde conseguiu levar o combate para baixo e trabalhou a sua especialidade no jiu-jitsu, o brasileiro pareceu ter sentido o tempo parado e não retornou com o mesmo ímpeto para os dois assaltos seguintes. Como consequência disso, Giles aproveitou o momento favorável e nocauteou Neto no último round. Foi a segunda derrota do capixaba no maior torneio de MMA do mundo.

Confira os resultados do card preliminar do UFC Fresno até aqui:

Alejandro Pérez venceu Iuri 'Marajó'  por decisão unânime dos juízes laterais;
Davi Ramos venceu Chris Gruetzemacher por finalização (mata-leão) no terceiro round;
Trevin Giles venceu Antônio Braga Neto por nocaute no terceiro round.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo