MMA

Em card recheado de brasileiros, americanos duelam por chance de título

Sean M. Haffey/Getty Images
Imagem: Sean M. Haffey/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

09/12/2017 06h00

 

Com 13 lutas programadas para o card do UFC Fresno, evento agendado para este sábado (9) nos EUA, o Brasil contará com cinco representantes em ação no octógono. No entanto, a luta principal fica por conta de dois atletas que estão mais do que de olho em uma chance de disputar o cinturão dos pesos-penas (66 kg) do evento.

Enquanto José Aldo acumulou sua segunda derrota seguida para Max Holloway, o que o deixa longe de uma nova chance de disputar o título a curto prazo, Frankie Edgar surge como próxima opção. Por isso, Cub Swanson e Brian Ortega sabem que, ao medirem forças neste sábado, o vencedor ficará no mesmo grupo de pretendentes.

Atuais números quatro e seis do ranking oficial, respectivamente, os americanos colocam em jogo sequências de vitórias impressionantes. Enquanto Cub venceu seus últimos quatro confrontos, ou dez dos últimos 12 desafios, Ortega, pupilo de Rener e Ryron Gracie, segue invicto após 13 apresentações no MMA profissional.

Na mesma noite, ainda teremos o retorno de Marlon Moraes ao octógono. Disposto a avançar posições no ranking rapidamente, o peso-galo (61 kg) se apresenta pela segunda vez em um mês, o que, em caso de nova vitória, pode lhe garantir o pulo que ele tanto quer. Número sete da lista, o brasileiro mede forças contra o número oito Aljamain Sterling, um dos queridinhos do UFC.

Já Iuri 'Marajó' Alcântara luta para fazer as pazes com a vitória. Grande nome dos galos do MMA nacional, o ex-campeão do Jungle Fight segue alternando bons e maus resultados e, aos 37 anos, parece disposto a voltar a disputar por uma chance de figurar entre os tops da categoria.

Por fim, os astros do jiu-jitsu Davi Ramos e Antônio Braga Neto encaram Chris-Gruetzemacher e Trevin Giles para pagarem as derrotas em suas últimas apresentações. Neto, por sinal, não luta desde junho de 2014, quando foi superado por Clint Hester por pontos. Desde então, o brasileiro sofreu com lesões e incertezas em sua carreira.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
UOL Esporte - MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Topo