Topo

Esporte

Colby Covington acusa Tyron Woodley de negar duelo: "Cirurgia falsa"

Ag. Fight

Ag. Fight

11/12/2017 12h26

Colby Covington quer chegar ao topo e disputar o cinturão dos meio-médios (77 kg) de qualquer jeito e, para isso, sua estratégia tem sido criar polêmicas. O lutador esteve no Brasil em outubro para subir ao octógono do UFC São Paulo e chamou os brasileiros de "animais imundos". Depois disso, chegou a disparar ofensas sobre o novo caso de doping envolvendo Jon Jones. Mas o seu alvo preferido é o atual campeão da categoria, Tyron Wodley.

Em sua provocação mais recente, Covington usou o seu Instagram para afirmar que o atual campeão dos meio-médios está fugindo de um confronto entre os dois. O americano garantiu que o UFC ofereceu a ele uma luta que vale o cinturão, mas Woodley alega que precisará se submeter a uma cirurgia no ombro (veja abaixo ou clique aqui).

"Eu avisei palavra por palavra o que aconteceria. Tyron Woodley nunca teria uma luta com Nate Diaz no dia 30 de dezembro, no UFC 219. E assim que o UFC ofereceu uma luta ao fofoqueiro Tyron comigo, o desafiante número um do cinturão, ele voltou a se esconder e alegar uma falsa cirurgia no ombro", escreveu o falastrão, que ainda colocou as hashtags: "você pode correr, mas não pode se esconder" e "defenda ou deixe vago".

O atual campeão esboçou um retorno ao octógono ao desafiar Nate Diaz no UFC 219. Mas a quantia exorbitante exigida por Diaz para aceitar esse confronto se aproximava dos R$ 50 milhões. Com isso, Woodley recuou e revelou que precisa se submeter a uma cirurgia no ombro antes que volte a defender o seu título.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte