Topo

MMA

Ex-UFC vê maior competitividade entre atores do que lutadores

Reprodução/Twitter oficial Keith Jardine
Imagem: Reprodução/Twitter oficial Keith Jardine

Ag. Fight

14/12/2017 07h00

 

Ex-lutador do UFC, Keith Jardine fez sua primeira participação no cinema em um filme lançado em 2009. No entanto, foi apenas três anos depois que o atleta se aposentou dos cages e passou a se dedicar em tempo integral aos filmes. E, ao que parece, o ex-atleta se encontrou na frente das câmeras.

Durante uma entrevista ao site "MMA Fighting", Jardine não escondeu a sua empolgação ao falar sobre sua vida no cinema. De acordo com o americano, a vida de um ator chega a ser mais competitiva do que a vida de um lutador de MMA.

"Isso aqui é muito mais competitivo do que lutar. Tem muito mais gente tentando ser atores e que foram para escola e estudaram. Pessoas que vão para Broadway e buscam diferentes métodos de aprendizado. A quantidade de talentos é muito maior do que na luta", declarou, antes de garantir que não troca mais de profissão.

"Eu tento tanta paixão aqui como tinha na luta. Não quero ser um treinador. Eu gosto de ajudar os outros a aprender, mas não é para mim. Aqui tenho a oportunidade de fazer algo que eu realmente amo e tenho paixão. Mesmo que eu tenha que ser pobre fazendo isso. É melhor do que fazer algo que serei miserável. Assim como na luta, tem o caminho fácil e o caminho difícil. O caminho mais difícil é o melhor e geralmente compensa no fim", afirmou.

Jardine estreou no MMA em 2001 e, pouco mais de quatro anos depois, foi contratado pelo Ultimate. Durante sua passagem pelo maior torneio de artes marciais mistas do planeta, o americano colecionou vitórias em cima de dois ex-campeões da companhia - Forrest Griffin e Chuck Liddell.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!