Topo

Esporte


Robbie Lawler garante deixar cinturão de lado e focar apenas em RDA

Ag. Fight

15/12/2017 16h54

Com o confronto entre Robbie Lawler e Rafael dos Anjos marcado para este sábado (16), em Winnipeg, na luta principal do UFC Canadá, Dana White prometeu que quem quer que saia o vencedor, será o próximo desafiante de Tyron Woodley pelo cinturão dos meio-médios (77 kg). Contudo, o atual campeão revelou que passará por uma cirurgia no ombro e não estimou uma data para seu retorno ao octógono. Apesar disso, o americano garante que não está "preocupado" com a promessa do presidente do evento.

Para Lawler, ainda não é o momento de se pensar em uma disputa de cinturão. Isso porque o lutador garantiu, em conversa com os jornalistas durante o 'media day' na última quinta-feira (14), que antes que a promessa de White possa ser cumprida é preciso que um vencedor seja apontado no show do Canadá. Portanto, de acordo com o próprio americano, o seu foco está direcionado apenas para 'RDA'.

"Não tive nenhuma comunicação com o Dana, mas não estou preocupado com isso, porque você precisa ganhar de qualquer maneira. Vamos ver o que vai acontecer depois disso. Estou focado na próxima tarefa, ir lá, tentar mostrar minhas habilidades e colocar o meu melhor chute", ponderou o atleta.

Do outro lado do octógono, o brasileiro ainda está em adaptação na nova divisão. Depois de enfrentar problemas para bater o peso da sua categoria original - peso-leve (70 kg) -, Dos Anjos optou em migrar para os meio-médios. Para Lawler, essa mudança de peso pode ser uma vantagem para o seu adversário, que está acostumado a se movimentar mais durante um combate.

"Você só precisa ir lá e ser o mais forte que você puder. E ser tático e tentar bater no outro cara, assim como se tivesse na divisão de baixo. O ritmo pode ser um pouco lento. Existem vantagens em subir de divisão", analisou o americano.

A última derrota de Lawler no UFC foi em julho de 2016, justamente contra o atual campeão da categoria, que o nocauteou ainda no primeiro round. Com o resultado negativo, o americano perdeu a oportunidade de conquistar o cinturão.

Mais Esporte