MMA

Floyd Mayweather xinga e provoca Oscar De La Hoya: 'Queria ser como eu'

Steve Marcus/Reuters
Imagem: Steve Marcus/Reuters

Ag. Fight

Ag. Fight

20/12/2017 13h21

 

Floyd Mayweather se aposentou depois da sua superluta contra Conor McGregor, em agosto passado. No evento, 'Money' nocauteou o irlandês no décimo round e pendurou as lubas de maneira invicta. O ex-pugilista foi criticado por ter enfrentado um lutador de MMA, inclusive pelo ex-campeão de boxe e promotor Oscar De La Hoya, que já revelou ter planos para enfrentar o campeão dos leves (70 kg) do UFC.

Por isso, Mayweather resolveu responder e afirmou que o sonho do 'Golden Boy' era ter uma carreira como a sua. Em entrevista ao site 'Bad Left Hook', o americano inclusive ressaltou que nunca teve afinidade com De La Hoya, o que ficou ainda mais claro nos últimos meses.

"Minha questão é essa: honestamente acho que Oscar De La Hoya nunca gostou de mim. Ele apenas acha que eu sou um lutador falastrão, que conseguia lutar um pouco e ganhar alguns títulos mundiais. Mas, na verdade, se você olhar para a carreira dele de boxe, você vai ver que ele pulava de treinador em treinador. Comecei a minha carreira em 1987. Tive dois treinadores. Tive dois cutman . Durante toda a minha carreira, tive dois treinadores e dois cutman. Esse é o mesmo cara que queria lutar como eu. O mesmo lutador que queria ser como eu. É só levantar as matérias, elas vão te falar isso", provocou Mayweather.

"O mesmo cara que me acusa de bater em mulher é o mesmo cara que está cometendo adultério? É a mesma pessoa? A mesma pessoa que já admitiu usar cocaína? A mesma pessoa que admitiu ser alcoólatra? A mesma pessoa que tentou parar a luta do Conor McGregor? Ele tentou boicotar a minha luta com o Conor McGregor e agora quer lutar com ele. Esse filho da p*** não tem um milhão de dólares, consiga um milhão de dólares primeiro, filho da p***", completou.

Golden Boy encerrou a sua carreira nos ringues em 2008, quando foi derrotado por Manny Pacquiao. Depois de 16 anos como boxeador profissional, De La Hoya se aposentou com 39 vitórias e seis derrotas. Atualmente, o americano atua como promotor de eventos de boxe, com a sua empresa própria.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Redação
Ag. Fight
Ag. Fight
UOL Esporte - MMA
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Ag. Fight
Topo